Bloqueador de Selecao

domingo, 19 de fevereiro de 2017

A BARREIRA DA APARÊNCIA.


                                                      (Ana Rita Angiolelli)

É preciso não buscar na aparência aquilo que só uma alma nobre pode oferecer. Não buscar no charme de um olhar aquilo que só um coração livre de rancor pode dar. Não procurar no número de likes do Facebook aquilo que só um bom caráter pode proporcionar.
Com o tempo a gente aprende que algumas dores podem ser escancaradas numa boa, enquanto outras não; que nem toda tristeza tem permissão de ser exibida; e que nem todo sorriso encerra uma alma feliz.
Descobrimos então que a fachada de uma pessoa abriga muitas outras coisas além daquelas que poderíamos supor; que ao nos depararmos com um sorriso, nem sempre estamos diante de uma alegria verdadeira; e que a beleza não é requisito para julgarmos a nobreza ou o caráter de alguém.
Porque a gente tem mania de julgar demais. Avaliamos o livro pela capa, o shampoo pelo frasco, o jeans pelo preço da etiqueta. E esquecemos que caráter e conteúdo não vêm com rótulos. Ao contrário, é preciso ultrapassar a barreira da aparência se quisermos conhecer a essência.
É preciso romper a barreira da aparência. Desvendar o que há por trás do sorriso constante ou da vestimenta arrogante. Descobrir que de uma aparência inadequada podem surgir grandes surpresas, e que um sorriso doce pode esconder algumas tristezas.
Ouse acreditar que há o que ser descoberto por trás das cortinas da aparência. Nem tudo é o que parece ser, e a gente tem que aprender a olhar nos olhos e acreditar que, mesmo que faltem argumentos, o essencial mora no lado de dentro…
(Fabíola Simões).


Obs: Lembro a todos que o meu retorno à blogosfera está acontecendo de forma parcial, ou seja, estou apenas me limitando à retribuição de visitas.

44 comentários:

  1. É isso Vera, temos de acreditar, quanto mais não seja em nós, quanto mais não sejá ar a cara como exemplo de bem, tão necessário.
    Agradeço que veja, por favor, leia e comente BRASIL - O SORRISO DE DEUS.
    Paraná e Curitiba, sua capital
    http://amornaguerra.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Um excelente texto, que nos leva a refletir. Cá temos dois ditados que ilustram este pensamento "As aparências iludem" e Quem vê caras não vê corações".
    Um abraço e um bom domingo

    ResponderExcluir
  3. Autenticidade e termos a ousadia de aparentarmos apenas o que somos. Excelente reflexão, Vera!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Excelente postagem amiga Vera... É preciso buscar a essência... E esta não pode ser medida pela aparência... Para conseguirmos, de fato, enxergar o que se passa no interior precisamos estar abertos... Ser receptivos... Ouvir... Observar... O essencial, como escreveu Saint Exupéry, é invisível aos olhos... Feliz final de tarde... Vida feliz... Beijos no coração...

    ResponderExcluir
  5. Por trás dessa fina ou sutil cortina da aparência, há muiiiiito sempre a desvendar;. Lindo texto, como sempre aqui! bjs, ótima semana,chica

    ResponderExcluir
  6. Um texto maravilhoso, que nos mostra que haverá muito mais para ver, para além do que a vista alcança... se nos dispusermos a isso claro... há pormenores que sempre denunciam, o que as aparências parecem insistir em esconder...
    Beijinhos! Feliz semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  7. Excelente texto, como sempre! Amei

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oi Vera ;)
    Gosto dos textos da Fabíola Simões,
    e este, sensacional...amei!
    Por trás da barreira da aparência, há descobertas surpreendentes,
    umas tem me encantado muito e outras causado decepção.
    Mas assim é a vida!
    Beijos e ótima semana \o/

    ResponderExcluir
  9. Até o final da vida o ser humano surpreenderá; um sorriso não quer dizer alegria, tem tanta coisa que está por trás, até uma boa timidez. Por outro lado um choro não quer dizer tristeza. Texto impecável, com muitas verdades.
    Beijo, Verinha. Uma boa semana!

    ResponderExcluir
  10. Boa noite, querida Vera!
    A essência fica oculta e dá trabalho pra descobrir e somos preguiçosos...
    Excelente abordagem!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  11. Olá Vera.
    Um belo texto que me cada paragrafo uma verdade uma orientação par o lado quente da vida.
    Muito boa partilha.
    Abraços e boa semana de paz e luz.

    ResponderExcluir
  12. Muito bom. A vida baseada na aparência adoece quem o faz. O contato consigo mesmo, com seus gostos e desgostos favorece que se olhe para os demais além do que mostra. bjs Boa semana

    ResponderExcluir
  13. Belo post e grande verdade, Vera; sempre há muito a ser descoberto, por trás da aparência! Boa semana, amiga.

    ResponderExcluir
  14. Hello Vera,
    Your text is as always very nice.
    I have a nice week.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  15. Gostei muito da crónica da Fabíola Simões.
    São factos que todos conhecemos empiricamente, mas que sistematizados e reunidos numa análise comportamental, formam uma dissertação muito interessante.
    Seleção e postagem ótimas.
    Uma semana muito agradável, Vera
    Beijos.
    ~~~

    ResponderExcluir
  16. Olá Vera! Concordo com a Fabíola. Meu querido e saudoso pai sempre dizia: "Nem tudo que reluz é ouro", assim como existem os bonitinhos, mas ordinários. Belo texto. Ótima escolha amiga.

    Abraços e uma ótima semana pra ti e para os teus.

    Furtado

    ResponderExcluir
  17. Oi, Vera, como vai?
    Pois é... a velha mania das pessoas de julgar! Tenho meditado sobre isso, o quanto uma pessoa deseja mostrar/esconder através do que ela mostra ou oculta... não sei se me fiz entender.
    Há muito mais no interior do que o exterior mostra. Penso que quanto mais coerente a casca estiver com o interior, mais confortável somos capazes de ficar com determinadas pessoas.
    Por outro lado, é um erro julgar alguém pela simplicidade, ou até pela ostentação. Uma vestimenta simples pode guardar um coração humilde e generoso, a ostentação pode guardar baixa estima e insegurança. Não se pode julgar quem é bom ou não pelo que veste.
    O assunto é vasto e as primeiras impressões jamais podem nortear nossas ações em relação às pessoas.
    Já vi tanto lobo em pele de cordeiro!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  18. concordo plenamente e ouso dizer mais...além de não possamos nunca conhecer verdadeiramente uma pessoa pela aparência, mais difícil ainda é conhecermos uma pessoa , inclusive nós próprios em sua verdade interior.quantas vezes somos surpreendidos com reações jamais imaginadas diante de uma circunstância em nós ou em outras pessoas...
    um abraço

    ResponderExcluir
  19. Nem tudo o que brilha é ouro. A aparência não é tudo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Sensacional este artigo sobre a aparência. Prendi-me neste texto:
    "Com o tempo a gente também aprende que algumas dores podem ser escancaradas numa boa, enquanto outras não; que nem toda tristeza tem permissão de ser exibida; e que nem todo sorriso encerra uma alma feliz".
    Que profunda reflexão!
    Com tempo apenas para também apreciar o poema SENSIBILIDADE, desta tua irmã poetisa que tanto admiro e tanto prezo. Também sinto falta de tantas coisas que se foram perdindo pelos caminhos, levados pelo tempo na correnteza das aparências que se faziam mais importante do que a essência das coisas, das pessoas... E sinto falta principalmente “de gente que se mostra/de gente que sente/e não se envergonha/ao demonstrá-lo pelos quatro cantos/dos espaços por onde passa”.
    Tão profundamente significativo o teu poema, Marilene! Tão belo! Daqui a pouco vou lá te dar um abraço.
    Verinha, minha doce amiga, quanta saudade! Os dias de ausência tão prolongada mostrou-me como me faz falta visitar os amigos que, mesmo virtuais, me são tão caros.
    Teu espaço nos traz cada vez mais as mensagens que nos tocam a alma, que nos despertam para novos horizontes onde o olhar ousa buscar outras interpretações. O template ficou maravilhoso, simplesmente lindo!
    Prazer estar novamente aqui, minha querida, prazer enorme de voltar a este espaço onde o coração se perde/encontra entre tão belas imagens a coroar tão significativos textos. Prazer enorme de ver esse teu rosto tão bonito, esse sorriso tão aberto, tão sincero, tão lindo, a ladear os teus escritos.
    Estou voltando aos poucos a visitar meus queridos amigos, pois mal cheguei e já me deparei com inúmeras atividades para exercer, e como o tempo por vezes nos é insuficiente, vamos contornando as situações e seguindo pelos caminhos traçados.
    Estou deixando um ramalhete de flores do campo onde pousaram estrelas e sorrisos, desejando que possam enfeitar ainda mais o teu dia.
    Com carinho,
    Leninha

    ResponderExcluir
  21. Hello Vera,
    Thanks for the nice comment.
    I wish you nice evening.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  22. UN TEXTO QUE SE AONDA EN UNA GRAN REFLEXIÓN.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  23. Olá, Verinha
    Este texto de Fabíola Simões contém palavras muito acertadas e sábias.
    Sem dúvida que as aparências iludem.
    Quantas vezes achamos uma pessoa antipática e, no fundo, ela é apenas tímida.
    E tantas outras que vemos sorridentes e nem imaginamos a tristeza que se esconde por atrás desse sorriso maravilhoso...

    A imagem é linda (gosto muito de chapéus - um dia hei-de falar sobre isso...)

    Obrigada pela carinhosa presença e parabéns à minha "CASA".

    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  24. É clichê, mas as aparências muitas vezes enganam. Claro, algumas vezes até confirmam, mas não é regra. Esse texto é muito bom e reflexivo, Vera. Bjs e bom Carnaval.

    ResponderExcluir
  25. Seu blog está lindo!!! O topo ficou show. Adorei!!!
    Um texto tão oportuno!!! Vivemos de aparências... julgamos sem ler de verdade. É preciso muito mais que trajes, sorrisos e até mesmo lágrimas, que nos chegam apenas pelo olhar, para que possamos encontrar a verdade que mora nas pessoas com as quais convivemos, intensa ou superficialmente.
    Belas escolhas, tanto das reflexivas palavras quanto da imagem. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você ainda teve fôlego para vir até aqui? Que força de vontade -😀😀😀!
      Obrigada, mana!
      Beijo.

      Excluir
  26. Um texto interessante.
    No fundo, ninguém é aquilo que aparenta...
    Bom fim de semana, amiga Vera Lúcia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Ótimo texto.Ao lê-lo, pensei em duas coisas:
    1 - Todos somos feitos dos mesmos elementos químicos, portanto, iguais na essência.
    2 - Nem nós próprios nos conhecemos totalmente, visto que, estamos sempre em busca do autoconhecimento.
    Portanto, ninguém conhece ninguém, e assim não possui o direito de julgar e muito menos condenar. Muita paz!

    ResponderExcluir
  28. Amiga Vera, primeiro parabéns pelo novo visual do blogue, a imagem do cabeçalho é linda!Adoro cisnes, acho-os majestosos e elegantes.

    O texto é muito pertinente e claro que estou totalmente de acordo com o seu conteúdo.
    Acontece que a realidade é tão diferente. Penso que a aparência tomou conta de tudo e quem não se rege por ela é marginalizado infelizmente.

    Um beijinho e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  29. O blog está lindo!... Fiquei de queixo caído apreciando!...
    Passando para deixar um beijinho, e aproveitando para desejar um óptimo domingo e um bom feriado de Carnaval!
    Ana

    ResponderExcluir
  30. Agradeço a todos que entraram e deixaram sua importante marca por aqui.
    No geral, atualizo o blog no domingo; contudo, em razão de estar com um membro da família hospitalizado e de estar participando do esquema de plantão no hospital, ficará inviável atualizar o blog por alguns dias.
    Ótimo feriadão carnavalesco para todos!
    Meu abraço de gratidão.

    ResponderExcluir
  31. Olá, Vera!
    O "mulheres" também está com um texto da Fabíola Simões.
    O olhar, muitas vezes apressado, teima em julgar pela aparência. É preciso olhos mais atentos para perceber o que o outro tem a oferecer ou esconder.
    Desejo melhoras para a pessoa que está hospitalizada.
    Um abraço,
    Sônia

    ResponderExcluir
  32. Muito bom! Saio sempre mais leve daqui, após ler essas mensagens edificantes. Bom retorno, Vera. Abraços.

    ResponderExcluir
  33. Bom carnaval, Vera, e boa semana; aguardo o próximo post!

    ResponderExcluir
  34. Hello Vera,
    Wonderful words with a beautiful paint.
    I wish you a happy day.

    Big hug, Marco

    ResponderExcluir
  35. Olá sorriso lindo!
    Amei o texto, amei, amei e amei!!!
    As verdades devem ser expostas sempre.
    Só posso aplaudir pois fiquei sem palavras.
    Ah Verinha,
    se todos pudessem chegar a esta conclusão,
    seria mesmo o ápice.
    Mas quem sabe um dia?

    Um beijo querida.

    ResponderExcluir
  36. Bom dia minha amiga.
    Hoje para lhe parabenizar e desejar toda felicidade desta vida.
    Meus parabéns com anjinhos a lhe proteger e guiar seus passos.
    Meu abraço de paz e alegria.
    Feliz dia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito grata pela sua atenção e carinho, querido amigo!
      Que Deus o abençoe sempre!
      Vi no instagram que seria aniversário de sua mãe hoje. Dia de saudade redobrada, né?
      Abraço carinhoso.

      Excluir
  37. Voltei para ver as novidades.
    E para lhe desejar um bom fim de semana, amiga Vera Lúcia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  38. Vera, eis a vera verdade! Nem sempre o hábito faz o monge. Contam que um monge esfarrapado chegou em uma degustação de vinho e foi espezinhado pelos confrades que chegaram a fingir fechar o nariz dizendo não poder ter limpo o olfato pelo mau cheiro do convidado novo. E o pior é que ele acertou cem por cento de origem, safra, uva e até graduação alcoólica de todos os vinhos que o apresentaram. Na última degustação, ele se despediu sem dizer qual tipo era aquele último servido, sem o tomar. Já à rua sob vaias, os humilhados, insistiam que ele dissesse que vinho era, ao que ele respondeu não saber. Ao fim da festa foram verificar a bebida que ele deixou: e para surpresa de todos, era água cristalina, que não ocorria naquela região. Grande abraço. Laerte.

    ResponderExcluir
  39. Bom dia Vera! Bom sábado para você e sua família! Vim bordar este recadinho para vocês me desculpando pela ausência. Estive trabalhando bastante para o carnaval e agora estou colocando em prática outros projetos! Sempre é bom visitar você Ve e conferir suas novidades e postagens e que postagens viu, cada leitura uma reflexão e uma realidade escrita em belas palavras, obrigada por compartilhar reflexões conosco!
    Abraços em todos, beijos no <3
    Fiquem com Deus
    ♥Hilda's Bordados♥

    ResponderExcluir
  40. Passando para deixar um beijinho, e desejar um bom domingo!
    E dizer que o cabeçalho do blog, está lindíssimo! Esqueci-me de o dizer no outro dia...
    Beijinho
    Ana

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...