Bloqueador de Selecao

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

AH! O VENTO, O TEMPO E A SABEDORIA!


                                                                          (Amanda Clark)


O tempo leva tudo.

                                "O tempo leva tudo. O que você quer e o que não.                               O  tempo leva tudo. O tempo arrasa tudo."
                        (Stephen King)




Todos nós sofremos traumas. Rugas internas que denotam o quanto somos humanos. Qualquer fato que traga à tona o momento gera desconforto e um aperto no coração. Esse é um órgão, poucos sabem, cheio de areia, onde palavras sobre alegrias e dissabores são escritas. Gravamos os fatos na mente e as sensações no coração, que podem nos fazer bem ou mal.

O tempo apenas faz soprar o vento que pode cobrir algumas marcas, mas não as mais profundas. Por essa razão devemos, ao máximo, evitar que sejam escritas com profundidade.
Ah, mas o perdão pode resolver essa questão!
Perdão é uma palavra bonita, mas de difícil entendimento e aceitação.
O perdão, muitas vezes, se torna tão pesado que o vento que o tempo faz soprar não permite que este alcance e apague as marcas no coração, lançando-o no mar das amarguras.
Evitar confrontos e dissabores é bom, mas nem sempre possível.
Ora, então o homem nasceu com a sina de carregar marcas por toda a vida?
Você já se deu conta de que alguns acontecimentos apenas deixaram registros na memória e não chegaram ao coração? Outros, ainda que tenham feito marcas profundas, hoje não mais vistas, mal podem ser lembrados?

Todos nós, sem exceção, podemos contar inúmeros casos que vivenciamos e também de pessoas que superaram situações difíceis sem carregar marcas.
Com certeza, algumas manhãs você teria preferido não ter se levantado, ficando na cama até que a turbulência e a raiva passassem, ainda que viesse a descobrir mais tarde que o assunto não era para tanto. Ocorre que na hora dos acontecimentos lhe faltou calma para refletir um pouco antes de gravar as palavras.

Ah, o tempo, o vento e a sabedoria!
Um sopro do vento, que o tempo traz, provocando as ondas da sabedoria que deslizam nas areias do coração, faz milagres. Quer sejam mansas ou bravias, apagam todas as marcas. Ainda que profundas sejam, o tempo leva.
O tempo leva tudo. Leva convicções, erros, o que não gostamos e principalmente o que amamos.


Sérgio Marcondes Soares - (sergiomsoares.blogspot.com.br/).



52 comentários:

  1. Bom dia Vera Lúcia
    O Vento e o tempo tudo cura. Não há ninguém que não sofra, cada um à sua maneira..Mas a esperança mão pode morrer...Há que esquecer as coisas más e viver apenas as coisas boas que a vida nos dá.
    Gostei muito do texto!!

    Beijo e uma optima semana.

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. O vento tudo pode levar...Leva as nuvens, leva nossas preces ao alto, leva tudo! Maravilha de post,vera! bjs, feliz dia das crianças, grandes e pequenas!! chica

    ResponderExcluir
  3. Oi Vera,
    As amarguras quando chegam ao coração nos trazem tristezas, mas quando arrasa o cérebro no traz doenças, muitas vezes irreversíveis.
    Tirando os nossos pais, que nos entregam o coração se preciso for, os outros temos que tratar com caultela
    Beijos
    minicontista

    ResponderExcluir
  4. O tempo leva tudo, ora de forma suave, ora de forma repentina. E o tempo cavalga o vento de forma que por vezes nos parece lenta, outras vezes de forma rápida. Mas as dores e as alegrias são recorrentes, tendo tendência a persistir na nossa memória. Como disse M. Quintana :"no fim hás de ver que as coisas mais leves são as únicas que o vento não conseguiu levar". Contudo depende nós que tudo o que seja pesado não nos penetre demasiadamente a alma, e que a sabedoria nos faça seguir leves. Para que que o tempo leve tudo o que possa pesar.
    Bela escolha de texto, Vera Lúcia, e bela imagem!
    Boa semana.
    xx

    ResponderExcluir
  5. Se tivéssemos mais paciência poderíamos nos curar de tudo sem muito esforço. O tempo pode ser uma bênção. Mas tb PIDE arruinar tudo.

    Gostei da frase do King. Realista.

    ResponderExcluir
  6. Se tivéssemos mais paciência poderíamos nos curar de tudo sem muito esforço. O tempo pode ser uma bênção. Mas tb PIDE arruinar tudo.

    Gostei da frase do King. Realista.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Vera , é isso mesmo...o tempo é o vento de toda a história...suaviza as marcas do sofrimento e das alegrias e vai construindo outros relevos que também se apagam com o tempo e com o vento...
    Um abraço, paz e Amor!

    ResponderExcluir
  8. Ah isso é verdade. É loucura perder tempo, esse precioso bem, com intrigas bobas, picuinhas... Acumular lixo mental, tanta energia desperdiçada... Quando se vê, a vida acaba num abrir e fechar de olhos definitivamente. Ótimas reflexões, Vera. Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá, queridésima, o tempo é impessoal e implacável.
    Essa bela crônica deve ser degustada pela alma.
    Vera Lúcia, um monte de beijinhos!

    ResponderExcluir
  10. Um tema que me envolveu inteira.
    O tempo às vezes um senhor carrasco, as vezes um anjo bom
    Beijo sorriso lindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, flor,
      Sumiu, hein?
      Fechou os blogs? Não consegui chegar até você através deste link.
      Como está a grande família? Deve estar bem animada hoje, no dia das crianças.
      Nunca me esqueço de você.
      Obrigada pela visita.
      Tudo de bom para você e família.

      Bjokas.

      Excluir
  11. Bom mesmo seria que tudo fosse levado por uma brisa lenta e refrescante...
    beijogrande

    ResponderExcluir
  12. Hello Vera,
    Your words are full of wisdom.
    Too beautifully written.
    I wish you a wonderful week.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  13. Costuma-se dizer que o tempo cura tudo. Será?
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá, Vera, como vai?
    Que texto profundo e verdadeiro. Já li em alguns livros que gravamos especialmente as memórias onde colocamos muito sentimento - o que inclui as dores. A chave, então, seria não "mastigar" os sentimentos ruins por muito tempo, ao contrário, liberá-los tão logo seja possível, e seguir sem seus pesos... não é fácil, mas creio ser a única maneira de não envelhecer a alma prematuramente. Perdoar (e se perdoar) é fundamental, mas percebo a grande dificuldade que as pessoas tem de fazê-lo. Aprender a deixar as dores no passado e fazer no hoje de forma diferente.
    Adorei, abraços!

    ResponderExcluir
  15. Creio que sempre, devemos parar para pensar e depois usando a razão, ouvir a voz do coração.
    Um abraço. Élys.

    ResponderExcluir
  16. Tempo e vento, gostei muito como trouxe poeticamente a reflexão sobre das dores e como lidamos com elas. bjs

    ResponderExcluir
  17. Lindo texto o que você escolheu, Vera! Mas, confesso, o que mais atraiu meu olhar foi a imagem. Sou apaixonado por esse cone de prata, que a luz da lua forma nas águas calmas! Boa semana, amiga; fique bem.

    ResponderExcluir
  18. Texto lindíssimo, Vera! E tudo está dito na última frase... acho que só quando o tempo leva, quem amamos... é que nos damos conta, de tudo o mais, que não terá tanta importância assim... no nosso tempo...
    Como sempre, uma partilha extraordinária, por aqui, Vera!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
  19. Oi Vera, que lindo e verdadeiro texto. Uma perfeita escolha!
    Eu acredito fielmente que o tempo vai abrandando tudo, na sua devida hora.
    Um grande abraço!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  20. Belíssimo texto e cheinho de verdades!
    O tempo cura tudo...

    Um grande abraço!

    http://marciagrega.blogspot.com.br/2015/10/vejamos-o-lado-bom-da-vida.html

    ResponderExcluir
  21. Oi Vera! Como está?
    Muita gente ignora que estar magoado, ferido, triste, depressivo, com raiva, com alegria, esperança, entusiasmo e outros estados são da própria escolha. São as pessoas que optam pela vingança, traição, fracasso, desespero, tristeza ou pela alegria de viver, solidariedade, ética, hombridade etc. São as próprias pessoas que abrem e registram em seus corações os sentimentos e estados que preferem ter e deixar que eles cavem vales profundos ou montanhas verdejantes, vastos desertos ou um simples regato pleno de vida.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  22. Boa tarde Verinha linda!
    Ahhh o tempo, ele me levou tantas coisas, pessoas amadas... tb me trouxe coisas e pessoas, o tempo é um danado.
    Ainda aprenderei perdoar, estou numa luta enorme para aprender, uma hora vai!

    Chegou bem de viagem Verinha? Pronta para terminar o ano?

    Beijo grande, linda mini semana pra vc!

    ResponderExcluir
  23. Oi Vera, minha vida daria um filme que esgotaria todas as bilheterias.
    Nasci aos cinco anos, linda como a margarida, duas tranças negras com duas fitas de cetim, meias contornadas de crochê, sapatinho rosa, chapeuzinho e vestido de crochê, tudo era branco e uma fita rosa no chapéu dando um laço na frente, de mãos dadas com meu pai, subi uma escada, não vi mai meu pai, aí começou meu martírio.
    Sofri, amei e venci....Um lindo começo para um lindo final.
    A vida é assim, cada um com a sua.
    Beijos no coração
    minicontista

    ResponderExcluir
  24. É verdade minha amiga o tempo leva tudo, mas também trás muita coisa boa.
    Um belo texto.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderExcluir
  25. Belas palavras, Vera Lúcia!
    Sobre o perdão, as vezes acho que é mais fácil perdoar a outros do que perdoar a si mesmo.

    Abraços, garota!

    ResponderExcluir
  26. Um texto maravilhoso, e nem sempre o tempo
    leva tudo, pq fica nas nossas lembranças o que
    é bom ele apaga o que não queremos qdo temos
    forças para esquecer......mas é complicado o Perdão

    Abraços com carinho!

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  27. Não há como evitar dissabores porque todos somos falhos. Da mesma forma que eles nos chegam, nós os provocamos aos demais. Mas podemos optar por não ficar remoendo mágoas, a fim de que não se instalem, definitivamente, em nossos corações. É certo que, quanto mais profundo as guardarmos, mais difícil se tornará sua expulsão. Nenhum vento bendito as conseguirá levar. Um ótimo texto, com uma belíssima imagem. Bjs.

    ResponderExcluir
  28. Boa tarde Verinha querida!!
    Que bom que a viagem foi uma delícia... Hoje em dia um dos lugares mais fáceis de se estressar é em aeroportos né? Uma pena!

    Um beijooo bem grande e um abraço apertado em vc!

    ResponderExcluir
  29. O vento, quando é brisa,
    Modela todo o Universo.
    Umas vezes, só alisa;
    Outras, deixa disperso
    O tempo, que nos avisa.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  30. Oi Vera, que bom ter uma nova leitora. Sempre digo que:Traumas? Quem não "temos"? Maturidade não resolve tudo, mas essa a esperança. Alcançar a maturidade para esvaziarmos dos problemas. Grande abraço. Raquel

    ResponderExcluir
  31. Hola, Vera. Dicen, que el tiempo se lleva a las personas, el viento se lleva las palabras y el engaño el amor.
    Ha sido un placer dar contigo.
    Saludos.

    ResponderExcluir
  32. Leva tudo para algum lugar ..... Bjbj Lisette.

    ResponderExcluir
  33. Oi, Vera, o problema são as mágoas guardadas...os rancores, raiva. O troco que muitos pensam em dar. É uma violência que fazemos contra nós mesmos. Mas os humanos não aprendem, só quando estão á beira do abismo. Tanta coisa inútil, tanta palavra dita que não precisava. Dizem que somos almas guerreiras como se isso fosse elogio, Isso é a pior característica da humanidade.
    Como sempre, bela escolha!
    beijo!

    ResponderExcluir
  34. Oi Vera :)
    Muito bonita a reflexão...
    embora eu não concorde
    que o tempo leva tudo.
    O passar do tempo,
    deixa a saudade mais dolorida.
    Ele suaviza algumas dores,
    e escancara muitas outras.
    E ninguém passa por ele sem
    levar algumas marcas.
    Achei belíssima a ilustração de
    Amanda Clark!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  35. Olá! Das férias, lendo a sua reflexão... Boa!! Lendo Confissões/ Agostinho nesses dias, refleti exatamente sobre isso... Um Bom Dia, Vera... Bjs... A vida é curta, curtamos c sabedoria...

    ResponderExcluir
  36. Boa tarde Verinha!!

    Estávamos em sintonia ontem então... e quando fiz a cuca pensei em vc. De verdade!!
    Sou louca por goiabada cascão, mas por aqui não é muito fácil de encontrar, sempre que meu tio vai pra Minas ele trás pra gente!!

    O Evandro gosta de cozinhar, pelo menos uma vez na semana tem feito até pão... Super incentivo, antes ele não se interessava, mas aí começou a tomar gosto e tem se virado heheh

    Beijooo bem grande e um ótimo restinho de semana pra ti Verinha queridaaa!

    ResponderExcluir
  37. Belíssima reflexão, Vera!
    O perdão faz milagres, mas não é fácil senti-lo, distribui-lo... Em conjunto com o tempo, o vento e a sabedoria muitas marcas desaparecem.
    Adorei!
    Abraços esmagadores e ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  38. Hello Vera,
    What a wonderful image and beautiful words.

    Greetings and I wish you a nice weekend,
    Kisses, Marco

    ResponderExcluir
  39. O perdão é um sentimento nobre e, com ele, ficamos até aliviados...
    Magnífico texto, gostei imenso.
    Vera Lúcia, minha querida amiga, tenha um bom fim de semana.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  40. Hello Vera,
    I'm going to wish you a nice and relaxing weekend.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  41. É tudo tão breve
    Habitamos as pedras
    Inventamos sonhos
    Vislumbramos quimeras

    Mas, falemos dos suspiros dos pássaros
    Falemos de ti
    Nas irreprimíveis asas dos anjos
    Na noite primeira dos mil encantos



    Um radioso fim de semana



    Doce beijo

    ResponderExcluir
  42. É tudo tão breve
    Habitamos as pedras
    Inventamos sonhos
    Vislumbramos quimeras

    Mas, falemos dos suspiros dos pássaros
    Falemos de ti
    Nas irreprimíveis asas dos anjos
    Na noite primeira dos mil encantos



    Um radioso fim de semana



    Doce beijo

    ResponderExcluir
  43. UN PLANTEAMIENTO DE QUILATES.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  44. O tempo é implacável para todos, Vera. E leva tudo mesmo, as coisas ruins e as boas. Mas deixa resquícios sempre. Excelente esse texto. Bjs e bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  45. Amei conhecer o seu blog, já fiquei por aqui!!!Achei maravilhoso!!!
    Visite-me:http://algodaotaodoce.blogspot.com.br/
    Siga-me e pegue o meu selinho!!!

    Obrigada.

    Beijos Marie.

    ResponderExcluir
  46. Amei conhecer o seu blog, já fiquei por aqui!!!Achei maravilhoso!!!
    Visite-me:http://algodaotaodoce.blogspot.com.br/
    Siga-me e pegue o meu selinho!!!

    Obrigada.

    Beijos Marie.

    ResponderExcluir
  47. E entre um tempo e outro, que seja de felicidades.
    Bj

    ResponderExcluir
  48. O tempo abranda as dores, saudades,desperta em nós a maturidade. É preciso paciência,aceitação e sabedoria para deixa- lo agir.
    Um abraço, Sonia.

    ResponderExcluir
  49. Boa tarde,Vera. O tempo realmente leva tudo até o que pensamos que não o faria e surpresos ficamos com sua ação e demonstração de poder, muito chato isso.
    Infelizmente ou felizmente é a ordem da vida onde tudo é cíclico.
    Não sei se dá para passar pela vida sem guardar determinadas marcas, talvez, o que possa acontecer, é que elas não tenham tanto peso de outrora, mas elas existem, isso sim!
    Perdoar, creio ser um verbo libertador, mas imensamente complicado, tem de ser sincero, senão, de nada valerá.
    O tempo e seus preceitos, valores tão fortes envolvendo a nossa alma tão frágil e sensível.
    Quisera que todos conseguíssemos conviver bem com o tempo e suas marcas.
    Tenha uma semana de muita paz, belo texto.
    Beijos na alma!

    Deixo-te um convite.
    Em parceria com Zilda Oliveira, criamos um blog de poesia.
    Contamos com a sua presença amiga.
    Esperamos que goste.

    http://divasdapoesianaturalmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  50. Palavras gentis podem ser curtas e fáceis de falar, mas seus ecos são
    verdadeiramente infinitos.
    (Madre Tereza de Calcutá)
    OBRIGADA QUERIDA PELA VISITA CARINHOSA!!!!!!

    Beijos Marie.

    ResponderExcluir
  51. Principalmente quando se possibilita a vivência da sabedoria,
    o aprendizado com o tempo na tarefa do desapego e o perdão
    como um poderoso sopro (interior) de um vento libertador...

    Que belo e inspirador texto acompanhado de uma imagem encantadora!

    Neste teu espaço é a garantia de colher luminosidades com as tuas postagens...
    Uma semana iluminada, Querida Vera.
    Beijo.

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...