Bloqueador de Selecao

domingo, 17 de março de 2019

PEDIDOS DOS FILHOS DE PAIS SEPARADOS.



                                                         Mãe e Pai!


Nunca esqueçam : eu sou a criança de vocês dois. Agora, moro só com um de meus pais, e este me dedica mais tempo. Mas preciso também do outro. 

Não me perguntem se eu gosto mais de um ou do outro. Eu gosto de “igual” modo dos dois. Então, não critique o outro na minha frente, porque isso dói. 

Ajudem-me a manter o contato com aquele dentre vocês com quem não fico sempre. Marque o seu número de telefone para mim, ou escreva-me o seu endereço num envelope.

Ajudem-me, no Natal, ou no seu aniversário, para poder preparar um presente para o outro. Das minhas fotos, façam sempre uma cópia para o outro. 

Conversem como adultos. Mas conversem. E não me usem como mensageiro entre vocês, ainda menos para recados que deixarão o outro triste ou furioso.

Não fiquem tristes quando eu for com o outro. Aquele que eu deixo não precisa pensar que não vou mais amá-lo daqui alguns dias. Eu preferia sempre ficar com vocês dois, mas não posso dividir-me em dois pedaços só porque a nossa família se rasgou.

Nunca me privem do tempo que possuo com o outro. Uma parte do meu tempo é para mim e para a minha Mãe; outra parte de meu tempo é para mim e para o meu Pai. 


Não fiquem surpreendidos nem chateados quando eu estiver com o outro e não der notícias. Agora tenho duas casas e preciso distingui-las bem, senão não sei mais onde fico.

Não me passem ao outro, na porta da casa, como um pacote. Convidem o outro por um breve instante para entrar, e conversem como vocês podem ajudar a facilitar a minha vida. Quando me vierem buscar ou levar de volta, deixem-me um breve instante com vocês dois. 

Vão buscar-me na casa dos avós, na escola ou na casa de amigos se vocês não puderem suportar o olhar do outro. 

Não briguem na minha frente. Sejam ao menos tão educados quanto vocês seriam com outras pessoas, ou tanto quanto exigem de mim.

Não me contem coisas que ainda não posso entender. Conversem sobre isso com outros adultos, mas não comigo.

Deixem-me levar os meus amigos na casa de cada um. Eu desejo que eles possam conhecer a minha Mãe e o meu Pai, e achá-los simpáticos.

Não tentem "comprar-me". De qualquer forma, não consigo comer todo o chocolate que eu gostaria.

Não sejam sempre "ativos" comigo. Não tem de ser sempre alguma coisa de louco ou de novo quando vocês fazem alguma coisa comigo. Para mim, o melhor é quando somos simplesmente felizes para brincar e que tenhamos um pouco de calma.

Tentem deixar o máximo de coisas idênticas na minha vida como estavam antes da separação. Comecem com o meu quarto, depois com as pequenas coisas que eu fiz sozinho com meu Pai ou com minha Mãe.

Sejam gentis com o novo parceiro que vocês encontrarem ou já encontraram. Preciso também me entender com essas outras pessoas. Prefiro quando vocês não têm ciúme um do outro. Seria de qualquer forma melhor para mim quando vocês dois encontrassem rapidamente alguém que vocês possam amar. Vocês não ficariam tão chateados um com o outro.

Releiam todos os meus pedidos. Talvez vocês conversem sobre eles. Mas não briguem. Não usem os meus pedidos para censurar o outro. Se vocês o fizerem, vocês não terão entendido como eu me sinto e o que preciso para ser feliz.



(Fonte: Tribunal de Família e Menores de Cochem-Zell (Alemanha)


domingo, 10 de março de 2019

UMA REVIRAVOLTA NOS SEUS PLANOS.




Imagine que hoje você vai tomar uma baita chuva, daquelas tipo cachoeira, que molha até o espírito, que encharque os sapatos e escorra pela testa. Assim quem sabe o compromisso chato que estava agendado possa ser cancelado e você tenha uma grande desculpa para passar o restante da tarde embaixo do edredom, simulando um resfriado e assistindo filmes na TV.

Imagine que seu carro passe um dia na garagem, nada grave que custe uma fortuna arrumar... e então você tenha que tomar um ônibus. Assim, quem sabe ter tempo para pensar na vida ou , quem sabe encontrar um amigo de longa data que faz o mesmo trajeto ou conhecer o amor da sua vida.

Imagine que o seu computador pife bem na metade do e-mail gigantesco e complexo que você estava escrevendo e que, depois de ficar bem desorientado com o apagão, você tenha chance de refletir melhor sobre o que digitava.
PONDERAR, REVER, PENSAR COM MAIS TEMPO...
Às vezes é bom começar de novo sem a febre do momento, de modo que você não diga o que não quer dizer de verdade, afinal as palavras que saem da gente na hora da raiva sempre causam algum arrependimento mais tarde.

Imagine que alguém ligue  na sua casa às 8 horas do Domingo, peça para falar com um tal fulano que você não tem a menor ideia de quem seja, faça um monte de perguntas e desligue o aparelho na sua cara quando perceber que ligou o número errado. E assim, você percebendo que o seu sono passou, resolva levantar mais cedo, vestir um traje folgado e cair no mundo, aproveitando o pão fresco da padaria, o início da feirinha de artes, o sol gostoso da manhã.

Imagine passar por uma grande desilusão amorosa..., mas se dessa forma você conseguir aprender uma grande lição, que seja. Que destroce o coração de uma vez. Se nada é tão ruim quando a perda de um amor, nada também é melhor do que encontrar um novo amor.

IMAGINE QUE ACONTEÇA TUDO DE RUIM E EM SEGUIDA TUDO DE BOM, PORQUE TUDO TRAZ UMA MANEIRA DE EVOLUIR. TUDO TEM SEU LADO RUIM E TAMBÉM SEU LADO BOM.


(Extraído de um PPS de Gotas de Crystal).



terça-feira, 5 de março de 2019

NADA É MAIS IMPORTANTE QUE VOCÊ.


Um pedaço de você se perdeu na curva,
quando abandonou o seu sonho sem tentar,
quando aceitou trabalhar onde não gostava,
quando fazia o que não suportava...
quando disse sim, quando queria dizer não, 

quando deixou o amor morrer
antes de nascer, por medo de sofrer…

Um pedaço de você ficou parado,
quando você não quis fazer um novo percurso,
quando se conformou com o velho,
quando ficou parado vendo o povo correr...
Quando votou em branco, se podia escolher,
quando não apareceu quando era esperado.

A vida pede atitude em cada instante
e passa por cima de quem se cala,
de quem aceita, de quem acredita que tudo
está irremediavelmente perdido.

A vida desacata quem não se aceita,
humilha quem não se valoriza,
ensina com amor os que amam sem medidas,
ensina com dor, os que fogem das lições.

Assim, cabe a você, só a você,
dosar ansiedade e apatia,
ter um tempo para criar
e outro para executar...
Falar e ouvir, ensinar e aprender,
caminhar e correr...
Amar e ser amado,
falar baixo e gritar.
ter um tempo para refletir…

Só não vale cruzar os braços!
Só não vale não ser você!
Só não vale esquecer:
Que nada é mais importante que você.



(Paulo Roberto Gaefke)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...