Bloqueador de Selecao

segunda-feira, 28 de março de 2016

ACALME SEU CORAÇÃO.


Chore, renda-se à tristeza e ao luto, dispa-se e enfrente a escuridão à sua volta. É preciso experienciar o frio da alma em sua vulnerabilidade, em suas fraquezas, permitindo-nos sentir a dor do que nos atinge, nos revolta, nos aniquila. A pouco e pouco, os ventos abrandam, levando consigo os fantasmas que insistem em nos afligir. Sempre haverá o amanhã, o recomeço, chances de se refazer. Haja o que houver, conservemos a esperança, o motor do pulsar de nosso viver. 



Sim, as pessoas vão embora de nossas vidas, às vezes aos poucos, outras vezes abruptamente. A única certeza que podemos ter diz respeito exatamente ao fato de que, quanto mais vivermos, mais perdas teremos, mais gente sairá de nosso caminho. A saudade é um alto preço a se pagar pela qualidade das interações que cultivamos em nossa jornada. É necessário que aproveitemos ao máximo as convivências que nos fazem bem, para que acumulemos mais e mais lembranças que nos aliviarão a dor da saudade. Não podemos fugir a ela, mas podemos evitar o remorso por não ter agido como deveríamos com quem nos foi vital. 

Faça chuva ou faça sol, sopre brisa suave ou vente assustadoramente, acalme o seu coração, pois é dele que se alimentam as verdades que sustentam as nossas vidas.
(Marcel Camargo).
Imagens: Arkady Ostritsky art.


67 comentários:

  1. Bom dia - Boa Pascoa - Boa semana
    Há necessidade de parar, pensar e reorientar a nossa vida para o sentido verdadeiro.
    Obrigado pela meditação.

    ResponderExcluir
  2. As imagens são lindas e o texto que escolheu é precioso. Quando a dor chega, não se pode dela fugir. Faz parte de nossas experiências. Os fantasmas se vão, assim como as pessoas a quem dedicamos carinho e atenção. Seguem caminhos diferentes e nem sempre a ausência decorre de uma opção. Lágrimas secam, novos dias começam, outras pessoas chegam. E vamos guardando lembranças ricas que ninguém nos tirará, e que preencherão vazios em momentos de saudade. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Precioso texto, y con muchas verdades.

    Hola Vera, paso por tu bello blog para dejarte mis saludos.
    Abrazos, amiga. Feliz semana.

    Lola.

    ResponderExcluir
  4. Sentir emoções - saudade, tristeza, alegria - são encontros que marcamos connosco próprios. São âncoras afetivas que precisamos para compreender a nossa história.

    Um beijinho, Vera, e uma seana feliz :)

    ResponderExcluir
  5. Um texto lindo, pra ser lido, relido e bem guardado na lembrança! Adorei! Ótima semana! bjs, tuuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  6. Oi, moça! Tudo de bom com você?
    Como vai de chocolate? rsrsrsrs. Por aqui a páscoa foi movida a peixe apenas, que tá mais em conta que chocolate...e peixe do rio mesmo, pescado no anzol. rsrsrs

    Sobre a postagem, certamente é verdade que quanto mais vivermos, mais perdas (percas) teremos. E curiosamente, o que acho mais triste, é que é no final da vida que mais faz falta um carinho de um filho, de uma filha. Diante disso, nem sei o que é pior: um filho ausente pela morte, ou um filho ausente pela falta de amor. É doloroso, Vera! É doloroso!

    Gostei de ter citado em meu blog, em seu último comentário, um parecer jurídico sobre a transfusão de sangue. Procurei ler a fonte e achei ser de
    http://www.conjur.com.br/2011-jan-18/testemunhas-jeova-recusa-transfusao-sangue
    http://pontosdefe.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Só complementando o comentário, que foi cortado e não sei porque, é uma via-crucis para os médicos o posicionamento das Testemunhas de Jeová. Realmente o parecer de Décio Policastro faz sentido, mas nem sempre os médicos tem coragem de tomá-lo a peito. Daí porque digo em emu blog que muitos médicos e hospitais recorrem a uma liminar para fazer o que eles acham ser a coisa certa. É complicado mesmo, Vera! Eu mesmo não sei como reagiria diante dessa situação.

    ResponderExcluir
  8. "A Saudade é um alto preço a se pagar pela qualidade das interações que cultivamos em nossa jornada" Lindo e consolador. Adorei o texto, as imagens são fantásticas. bjs.

    ResponderExcluir
  9. Olá, Vera.
    Texto bonito sobre o luto, que tanto nos dói, mas é um mal necessário, imposto pela lei da vida:
    "quanto mais vivermos, mais perdas teremos" - é uma realidade dura de admitir, como o é a perda.

    um bj amg

    ResponderExcluir
  10. Excelente texto de uma coisa que nunca ninguém está preparado! Nunca se está perparado, sejam quais forem as circunstancias. Adorei o texto!

    Beijinhos e um dia feliz

    Coisas de Uma Vida 172

    ResponderExcluir
  11. Obrigado, Vera! Como são lindos os textos e as imagens com que nos presenteias sempre amiga! Que belas escolhas! Boa semana, fica bem.

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho dificuldades em lidar com perda, e sofro muito por isso.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  13. Olá Vera! Belo e verdadeiro texto. Ótima escolha! É lamentável, mas as perdas são inevitáveis. Faz parte do processo, afinal, nada é para sempre. Daí, temos de aceitá-las com resignação.

    Abraços e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderExcluir
  14. Lindas imagens. Tema que requer reflexões pois é parte do nosso viver. bjs

    ResponderExcluir
  15. Assim é a vida e precisamos buscar viver sempre o presente com muito amor e fraternidade para que um dia a saudade, quando vier, seja doce e não tenha gotas de remorço.
    Um abraço, Élys.

    ResponderExcluir
  16. Olá, Kilida...
    (Marcel Camargo e imagens belíssimas Arkady)...a tristeza, a escuridão , o luto , é uma experiência angustiante, desestruturadora e indescritível.Ficamos expostos à própria finitude e por isso, é difícil compreender e assimilar que os ventos irão levar consigo, um dia, esses fantasmas , mas , é como dito, nunca podemos perder a esperança e se não podemos evitar a dor da saudade, temos sim que , ao menos tentarmos, eliminar a dor do remorso, o claro sentimento de culpa e impotência, por "não termos agido como deveríamos com quem nos foi vital" e que nos levam sempre a um desvio de realidade...acalmar o coração e jamais perder a consciência de tudo aquilo que é preciso , aceitação e a constatação de que uma nova vida precisa ser iniciada...
    Feliz semana,belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. >>>>sorry...posso trocar o comments? Cometi um erro crasso...Já trocando, hehehe
      Olá, Kilida...
      (Marcel Camargo e imagens belíssimas Arkady)...a tristeza, a escuridão , o luto , é uma experiência angustiante, desestruturadora e indescritível.Ficamos expostos à própria finitude e por isso temos que compreender e assimilar que os ventos irão levar consigo, um dia-"tudo termina, a finitude "- esses fantasmas , e é como dito, nunca podemos perder a esperança e se não podemos evitar a dor da saudade, temos sim que , ao menos tentarmos, eliminar a dor do remorso, o claro sentimento de culpa e impotência, por "não termos agido como deveríamos com quem nos foi vital" e que nos levam sempre a um desvio de realidade...acalmar o coração e jamais perder a consciência de tudo aquilo que é preciso , aceitação e a constatação de que uma nova vida precisa ser iniciada...
      Feliz semana,belos dias,beijos!

      Excluir
    2. Obrigado Kilida,feliz continuação da noite de quarta-feira, belos dias,beijos!

      Excluir
    3. Olá,Kilida...#nuss, esqueci de elogiar o novo back do blog, parabéns ,ficou azulindo, obrigado pelo carinho de sempre, excelente final de sábado,belo domingo, belos dias, beijos!

      Excluir
  17. Um texto de reflexão, magnífico no seu todo e perfeito com a composição das imagens.
    Parabéns pela escolha. É uma delícia... tudo.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  18. Oi, Vera Lúcia...nas festas comemorativas ficamos mais sensíveis às ausências físicas
    das pessoas queridas, de seu compartilhamento na alegria, passamos a lembrar dos pratos prediletos, dos doces, das brincadeiras...ficamos acolchoados pela brandura da saudade e vamos em frente porque outras pessoas precisam de nós para nos lembrar depois.
    um abraço

    ResponderExcluir
  19. Hi Vera,
    really very beautiful.
    Wonderful words and beautiful pictures.
    Wonderful week.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  20. Vera
    Crónicas como a de Marcel Camargo, que veiculas, fazem-nos sempre esta atentos e ponderados nesta vida. Há sempre a tendência a pensar que ela nos deixa viver incólumes a desgostos. No entanto quanto mais se vive, mais se se, mais companheiros da nossa geração, para não dos parentes próximos, nos deixam atónitos. É a contingência do mundo.
    Imagens bem sugestivas, para amenizar ideias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  21. Olá Vera, boa tarde ;)
    Muito bom ler uma reflexão assim,
    nesse início de semana...
    Acalmar o coração é fundamental, caso contrário
    a gente enlouquece.
    Só acho que nem sempre as boas lembranças
    amenizam a dor da saudade.
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  22. Existe esse tempo necessário ao luto e à profunda tristeza que lhe é inerente, um tempo em que tudo em nós dói e prece ficar em suspenso, como se não pudesse haver nunca mais uma luz ao fundo túnel, como se todos os espaços estivessem povoados apenas de nuvens sombrias. No entanto, as nuvens um dia se dissiparão, lentamente levando para longe os grandes sofrimentos das grandes perdas. Sabemos que o sentimento de perda permanecerá, mas poderemos a partir de uma certa altura, olhá-lo com uma tristeza rendida aos imponderáveis deste trajecto humano. A vida exige-nos continuar em frente, com uma saudade que não nos impeça de ver a beleza da vida futura e também dos bons momentos que ficaram para trás com pessoas que tanto amámos.
    Um belo texto, sobre a inevitabilidade das perdas.
    Uma bela semana para ti, Vera!
    xx

    ResponderExcluir
  23. OI VERA!
    SÃO OS SENTIRES QUE NOS CONECTAM COM NOSSA VERDADEIRA VIDA, QUANDO ACALMAMOS O CORAÇÃO,PODEMOS AVALIÁ-LOS MELHOR.
    BELO TEXTO.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Será nesse tecido vistoso das memórias que nos abrigaremos em dias de saudades frias e pulsação cálida.Aproveitemos, pois, os mágicos momentos de convivência.
    Vida pulsante!

    Uma feliz e abençoada Páscoa pra vc, Verinha!
    Bjo,
    Calu

    ResponderExcluir
  25. Não é fácil acalmar o coração, quando a mágoa é grande, mas o tempo é um bom amigo. Imagens fantásticas e texto que gostei muito. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  26. Vera: pensando apenas na saudade, sem remorso algum, é um dos mais dolorosos sentimentos. Uma cratera que se abre sozinha. Uma impotência que nos traz a verdadeira dimensão do que somos. As pessoas vão, nós iremos. E isso é trágico quando paramos para pensar como tudo ao redor passa muito rápido. E quanta coisa torna-se inútil nesses nossos pensamentos. E parando para pensar vem a pergunta por quê? Qual a finalidade de um tempo tão curto, e dentro desse tempo tanto sofrimento, muitas vezes. E veja que, apesar de possuir um espírito leve, certas perguntas se apresentam pedindo respostas. Enfim, amiga, o melhor é tocar a vida no dia a dia - o que fica bem mais leve. Sei o que são perdas, e, em certas horas, o coração fala mais alto do que a razão. Então dói.
    Beijos, Verinha.

    ResponderExcluir
  27. Ninguém gosta de sentir dor ou tristeza... mas é totalmente impossível passar pela vida sem ambas... e apesar de tudo... ambas carregam imensos ensinamentos com elas... de uma certa forma... evoluímos interiormente graças a ambas... que nos são marcantes... e não a fugazes alegrias...
    Com sempre, o suporte de imagens... é divinal!!!!
    Como sempre, um mix de partilhas fabulosas!!!! Adorei tudo!!! Assim como o novo aspecto do blog!... Também gosto mais!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderExcluir
  28. Boa tarde, querida amiga Vera!
    Lindo o novo painel do seu blog!
    Vamos nos alegrando e tentando ultrapassar com ânimo e fé todas adversidades...
    Bjm muito fraterno e pascal

    ResponderExcluir
  29. Estimada, Vera.

    Uma crônica, de convite ao: Viver.
    Abraços

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde Verinha!

    Perder quem amamos é a coisa mais difícil da vida... seguir em frente nem sempre é fácil, mas como diz ali em cima, devemos aproveitar o máximo possível nossos queridos, porque o que realmente fica são as lembranças... elas acalmam nossos corações e abraçam nossas almas <3

    Olha que lindo que esta o blog... quanta delicadeza nesse layout Verinha, adorei!!

    Uma semana abençoada para vc querida!

    ResponderExcluir
  31. Vera Lúcia,
    Essa mensagem do escritor é correta, mas não é fácil seguir os seus conselhos, pois na hora de uma grande perda a emoção toma o lugar da razão. Mas também é certo que se faz necessário fazer alguma coisa para neutralizar a dor da perda e retomar a vida. Mas isso é muito difícil.
    Uma boa semana.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  32. Boa tarde Vera ! Bom voltar a ler seus textos . Os dois últimos páragrafos muito me disseram . Cuidar de minha mãe com carinho aliviando seu sofrimento em seus últimos meses de vida , estar sempre presente faz com fiquemos apenas com a " dor da saudade " e não a "dor do remorso " ! Abcs

    ResponderExcluir
  33. Oi Vera, boa noite!
    Não existe dor maior que a perda de quem amamos. Ai como dói a saudade!
    E não há como amenizar...Só rezando!
    Mas nunca devemos deixar de acreditar, que amanhã será melhor.
    Tudo lindo por aqui Vera!
    Beijos de uma boa noite!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  34. Uma verdade incontestável, Vera. Parabéns pela escolha precisa da postagem e essa mensagem merece ser lida por muitos. Bjs e boa semana!

    ResponderExcluir
  35. Bom dia, Vera
    Nunca duvidei que você cumpre sempre sua palavra… :) para além de sua gentileza natural.

    Este texto toca-me de forma bem particular. É necessário fazer completamente o luto quando uma dor muito forte nos aniquila, de tal modo que nos parece não podermos suportá-la.
    O tempo ajuda, sim. A dor vai-se atenuando à medida que a saudade aumenta. Mas… há recaídas. É preciso muita força, reunir todas as lembranças boas – que no meu caso são muitas, graças a Deus! – para poder prosseguir.

    Obrigada pelo seu carinho de carinho.
    Continuação de boa semana.
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  36. o seu carinho de sempre - é o que eu queria dizer EVIDENTEMENTE!!!!!!!!!!!!!!

    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderExcluir
  37. Pois é! Todos nós já passámos por essas emoções.
    Bjs

    ResponderExcluir
  38. Boa tarde, vera. Um texto ótimo e verdadeiramente reflexivo.
    Li profundamente e não posso discordar.
    Ressalto a parte que fala sobre o remorso, um dos piores sentimentos que podemos abrigar, sei disso muito bem.
    É verdade que devemos valorizar as relações para quando sofrermos a perda seja pela morte ou não, tenhamos nossa consciência em nada nos acusando.
    Maravilhoso do inicio ao fim.
    Tenha uma ótima semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde, vera. Um texto ótimo e verdadeiramente reflexivo.
    Li profundamente e não posso discordar.
    Ressalto a parte que fala sobre o remorso, um dos piores sentimentos que podemos abrigar, sei disso muito bem.
    É verdade que devemos valorizar as relações para quando sofrermos a perda seja pela morte ou não, tenhamos nossa consciência em nada nos acusando.
    Maravilhoso do inicio ao fim.
    Tenha uma ótima semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  40. Uauuu!!!!! Blog de cara nova! Bonito, hein? rs. Li. Pois é, triste. Beijos, Vera.

    ResponderExcluir
  41. Oi Vera, boa noite!
    Quando aqui cheguei, pensei ter ingressado no blog errado, pois o seu Recanto outrora dourado transformou-se no magnífico azul!! uhuuuuuu
    Sabe querida, eu sou suspeita para falar, pois adotei o azul desde que abri o meu cantinho e , até então, ainda não tive coragem de mudar...hihihihihi
    Eu fui surpreendida recentemente com a coragem aguerrida do Felisberto, que trocou o azul do Be Happy, por um sereno branco gelo que acalma... Mas o azul de lá, confesso que me fez falta!!! :))

    Agora posso comemorar, pois aqui encontrei o azul, lindo de viver!
    Deu uma leveza incrível querida, mas fica registrado que você sempre trocou o seu layout com muito bom gosto e adaptou as cores sempre muito bem! É bom demais mudar, é para quem tem coragem!!

    Lindo texto, pois confirma o que sempre penso!
    Devemos dar valor às pessoas enquanto elas estão conosco, amando-as profundamente, antes que a percamos! Por isso o luto, a tristeza na alma, a saudade sem fim...
    Alegremo-nos por estar vivos e sentindo todas as emoções que nos cercam...
    A vida é assim...
    Um dia após o outro, levemente...

    Beijinhos minha querida, tenha uma noite maravilhosa, de sonhos perfeitos!!
    Obrigada sempre por sua doçura!
    Linda semana! :)))

    ResponderExcluir
  42. Muito bom! Eu precisava ler isso hoje. Obrigado, Vera.

    ResponderExcluir
  43. Precisamos ter sabedoria, conhecimento das leis que regem a vida, para entendermos o porquê doas nossas mazelas.
    Tudo é como escolhemos, a vida é breve...
    Um abraço cheio de boas vibrações, queridíssima!

    ResponderExcluir
  44. Querida Vera,

    As imagens lindas (sempre, teu bom gosto...rss), o texto maravilhoso e
    acho que na vida precisamos viver de verdade e deixar fluir o sentir
    nas suas fases e estágios...
    A saudade é dorida no início, depois se torna doce e um portal de
    comunicação, assim sinto com a saudade da minha mãe e da minha avó...
    Adoro voar aqui!!
    Beijo e abraço de paz na tua alma luminosa...

    Ps: Descobri mais uma coisa em comum entre nós duas, o pavor a
    baratas, lá no blog de fotografia da Marilene...rss

    ResponderExcluir
  45. Amiga passe o tempo que passar, a saudade será sempre um alto preço a pagar. Gostei do seu texto. Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  46. Às vezes é preciso ir ao fundo para voltarmos à superfície com mais força.
    "Quanto mais vivermos, mais perdas teremos". Não nos lembramos disso, mas é uma verdade irrefutável.
    Excelentes textos, gostei imenso.
    Um bom fim de semana, querida amiga Vera Lúcia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  47. Boa tarde Verinha. Como vc tem passado?
    Espero que livre de dores de cabeça<3

    Passei para te deixar um beijinho e um abraço bem apertadinho!

    Nanda

    ResponderExcluir
  48. De fato as vezes só nos resta nos rendermos a tristeza e esperar o tempo passar... mas saboreá-la? Eu não concordo, acho que se nos rendermos MESMO nos entregaremos também à depressão.

    Do ponto de vista pessoal religioso, tenho um conforto, que vem de Deus. Ao mesmo tempo que há tristeza do apego, de não ter mais a companhia terrena, há a esperança reconfortante e certa de que a encontrarei mais tarde, num lugar sem dor e para sempre. Do ponto de vista divino, a morte encontra-se aqui, e não no Céu.

    Acerca do remorso, o que passou passou, e não adianta se remoer. Mas talvez seja muito difícil, porque sempre temos um choque de consciência. Excelente texto e imagens! Um forte abraço!

    http://djonifilhodebate.blogspot.com

    ResponderExcluir
  49. Belíssima reflexão...me levou a sentir uma saudade mansa... Beijos, parabéns !!!

    ResponderExcluir
  50. Vera
    Reporto-me a teu comentário no meu poema QUANDO EU FUI VINHATEIRO. Na verdade o poema é autobiográfico. Faz parte de uma série "QUANDO EU FUI..."
    BJS

    ResponderExcluir
  51. Nem sabe o bem que este texto me fez.
    Fico grata pela oportunidade de o ler.
    Um abraço de carinho

    ResponderExcluir
  52. Essa postagem...

    As cores, as palavras, os sentidos. Tudo uma verdadeira brisa para o coração.

    Um abraço, Lúcia.

    ResponderExcluir
  53. Hello Vera,
    I wish you nice evening.
    Enjoy a great weekend.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  54. Boa tarde Verinha!!

    Minha barriga está bem grandinha, estou com medo de ter aquela barrigona bem grande sabe? heheheheh vc vai ver a foto que coloquei hoje hhehe

    Um final de semana delicioso para pra e o marido!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  55. Dor ou tristeza são coisas que ninguém gosta... A vida sempre nos traz muitos ensinos. alegrias...

    ResponderExcluir
  56. Uma das vantagens da passagem do tempo é que ele consegue suavizar um pouco a dor..
    A ausência sempre será sentida, mas com menos intensidade.

    Um beijo e um ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  57. Vim te desejar um feliz fds querida Vera, achei que tinha deixado um comentário neste post que adorei, inclusive salvei pra fazer um card pra minha página, mas não encontrei, acho que não entrou, enfim...Estou feliz em voltar amiga...bom demais quando a gente não arranca as raízes e elas ficam ali, florescendo... Um beijo grande pra vc, obrigada pelas lindas palavras no meu Solidão de Alma.

    ResponderExcluir
  58. Olá Vera!
    Lindo... Sempre haverá perdas em nossa vida,acalmar o coração nem sempre é fácil, é preciso o exercício da resignação e aceitação.
    O tempo abranda a dor. Por isso, vivamos o hoje, fazendo o melhor e da melhor maneira que somos capaz.
    Um abraço,
    Sônia.

    ResponderExcluir
  59. Tenha um ótimo domingo, Vera. bjssss

    ResponderExcluir
  60. EXCELENTÍSIMO POST!!! MUCHAS GRACIAS POR COMPARTIR TAN INTERESANTE MENSAJE.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  61. Antes de mais, muito obrigada por ter passado pelo meu blog.
    Li este texto e senti que muita coisa corresponde àquilo por que estou a passar na vida. Acho que devemos sempre pensar que após a tempestade vem sempre a bonança e, por muito que erre neste aspeto, não devemos deixar de fazer aquilo que achamos que devemos fazer. Eu ainda não fiz o que tenho em mente para fazer e estou com receio de se tornar tarde demais ou vir a arrepender-me por não ter feito nada...
    Beijinho grande!

    ResponderExcluir
  62. Antes de mais, muito obrigada por ter passado pelo meu blog.
    Li este texto e senti que muita coisa corresponde àquilo por que estou a passar na vida. Acho que devemos sempre pensar que após a tempestade vem sempre a bonança e, por muito que erre neste aspeto, não devemos deixar de fazer aquilo que achamos que devemos fazer. Eu ainda não fiz o que tenho em mente para fazer e estou com receio de se tornar tarde demais ou vir a arrepender-me por não ter feito nada...
    Beijinho grande!

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...