Bloqueador de Selecao

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

MUNDO EM GUERRA.



                                                                              (Holly Sierra art)

                                                  "Se as guerras nascem na mente dos homens,
                                                       é  na  mente  dos  homens  que  devem ser
                                                       construídos os baluartes da Paz".


Mundo em guerra, ou melhor, mundo sempre em guerra. Então, é igualmente hora de sempre falar na PAZ e de lutar por ela, sem descanso, até que seja alcançada. Um dos maiores perigos que a Humanidade atravessa é a vulgarização do sofrimento. De tanto assistir a ele pela mídia, os povos podem passar a tê-lo como uma coisa corriqueira e, pior, que não é passível de ser mudada. Eis o assassínio da tranquilidade entre as pessoas e os países quando se deixam arrastar pelo "irremediável". Ora, tudo pode ser corrigido nesta vida.
Se, pelo massacre das notícias trágicas, as famílias se acostumarem ao absurdo, este irá tomando conta de suas existências.


                                                                                (Jean Paul Avisse)
                                                                     
A guerra, antes de explodir no mundo, cresce no interior das criaturas. Sendo assim, façamos brotar na Terra a Paz que habita as almas serenas. Poético?! Certamente, mas leal, porquanto real. 

Revolução verdadeira é aquela que ergue o Espírito do Ser Humano.

            "(...) soletrai, antes de tudo, o alfabeto da Bondade (...)
              Sem as primeiras letras do Amor, nunca entenderemos o sagrado
              poema da vida". (Bezerra de Menezes).

Sem Amor, sinônimo de Caridade, não existirá jamais revolução que, em definitivo,  mude para melhor o rumo da existência planetária.

                                                   
(Do livro 'Reflexões da Alma", de Paiva Netto).


                                                           

86 comentários:

  1. Não há paz que resista à ganância dos fabricantes de armas. E à ânsia de poder do homem.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  2. Bom dia
    Postagem maravilhosa...
    Precisa-se muito de paz no Mundo, urgente!

    Beijo e um otima semana

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Estou de acordo com a Elvira.
    Há interesses para quem a morte é um negócio.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  4. Um texto belíssimo e muito pertinente... especialmente, depois destes tristes acontecimentos em França, que chocaram o Mundo... e tantos outros, que assolam o Mundo, todos os dias...
    Já bem basta o que acontece no mundo por causas naturais... intempéries... cheias... doenças... acidentes...
    Chegou a hora de parar de fazer a apologia da Guerra e do Sofrimento... temos sede de Paz...
    Tudo pode ser corrigido, nesta vida, mesmo... desde que haja vontade...
    Beijinhos! Boa semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  5. Olá ,querida Vera
    Temos tanta violência em nós que assusta tudo mas é 'normal', sendo assim...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  6. É verdade que a guerra nasce dentro dos corações dos homens que, cegos pelo ódio, reagem com indiferença ou júbilo à morte e ao sofrimento dos outros. Mas eu acredito que a paz pode nascer também no coração. É algo que se aprende a cultivar ao longo da vida, convertendo ódio em paz, despeito e raiva em compaixão e perdão. Perante estes últimos acontecimentos - e todos os outros que assolam as mais diversas regiões do mundo - sentimo-nos impotentes e chocados. Eu não quero perder a esperança e quero continuar a acreditar, mas é difícil.

    Um beijo, Vera

    ResponderExcluir
  7. Enquanto o homem não deixar de lado suas questões pessoais, e não focar no amor viveremos tempos assim...

    bjokas=)

    ResponderExcluir
  8. É bem verdade!
    Cabe a cada um transmitir amor.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. A Terra passa por momentos tumultuados, mas cabe a todos que ainda tem ternura no coração buscar através de atitudes sempre positivas tenter implantar a fraternidade em seus círculos, pois se cada um fizer um pouquinho, vibrações de amor percorrerão o planeta e um dia a paz se fará.
    Tenha uma linda semana.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Vera, Os homens na sua eterna arrogância sentem-se sempre donos da verdade, enquanto o que corre nos subterrâneos é o desejo de poder e dominação dos bens de fortuna. É sempre o jogo da lei do Mais forte na dominação dos povos. Deus na sua infinita sabedoria colocou nas palavras de Jesus o destino dos que se rendem ao deus mamon e a exaltação final dos pacíficos e dos humilhados como donos do verdadeiro Reino.
    A Paz virá!

    ResponderExcluir
  11. Infelizmente é o que mais vemos, mas ainda fico chocada com tanta violência e terror, não consigo entender, por mais que me esforce, meu cérebro não capta essas coisas horrorosas, até duvido que o homem, como dizem os religiosos, é "imagem e semelhança de Deus", difícil entender isso, muito difícil!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  12. Postagem muito apropriada para a conturbada época em que vivemos. Interesses ocultos e fanatismo afastam a solidariedade e o amor, caminhos indispensáveis para se chegar à paz. Dizem os países que a desejam, mas não é isso que vemos. A ânsia pelo poder é cada vez maior. E o desrespeito à liberdade, duramente conquistada, é gritante. Muito belas as imagens que escolheu. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. Excelente mensagem para nossos dias Verinha <3
    Não dá mais para fingir que não estamos vendo tudo o que esta acontecendo... se a gente não levantar e tentar mudar tudo isso, não sei onde iremos parar!!

    Uma semana linda pra vc Verinha!

    Beijo

    ResponderExcluir
  14. Não há mais tempo para tanta lamúria, pois o sofrimento é para todos!
    O grande ajuste planetário começou e vai se acentuar, porém quem seguir com fé, não se arrependerá.
    Eu escolho sempre a paz. Desejo sempre a paz...Paz para todos!!!

    ResponderExcluir
  15. Olá Vera

    Às vezes parece que as guerras não tem fim... Mas entre mortos, feridos, traumatizados e atordoados, monstros continuam a promovê-las. Que o absurdo não nos tome.
    Aguardo a sua visita em ooportal.blogspot.com.br , onde, por vezes, saem alguns pensamentos.

    Abraço

    ResponderExcluir
  16. Mundo em guerra... e assim será, infelizmente, enquanto a paz não estiver em nós! Belo post, Vera; boa semana.

    ResponderExcluir
  17. Hello Vera,
    I agree with your words.
    The horror of what is happening now.
    Thank you for all your comments.
    I wish you a nice week.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  18. Olá Vera,
    Acho que as pessoas já se acostumaram mesmo
    com as guerras, virou algo corriqueiro,
    afinal acontece o tempo todo.
    E o mundo precisa tanto de calmaria...
    Mas as pessoas não tem consciência que podem
    ser portadoras da paz...
    Muito bom o texto.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  19. Nos acostumamos à dor, à guerra, às barreiras, ao egoísmo. Disse bem, a guerra já nasce dentro de cada um. Parabéns.

    ResponderExcluir
  20. A questão essencial da guerra é que existe sempre contra as populações indefesas e não pactuantes com tais actos de agressão. Mais do que tudo são decididas por interesses económicos, sejam os recursos naturais como o petróleo, o ganho de mais território, a venda de armamento, e um total alheamento dos decisores beligerantes em relação à vida humana. Isso é muito visível nas guerras actuais nas quais os políticos do Ocidente enchem a boca com liberdade e democracia, mas têm as mãos cheias de sangue.
    E é verdade, as pessoas acostumam-se à guerra. Como se fosse algo de inevitável e natural.
    Belíssimas as imagens e o texto, Vera, mas estou muito desesperançada em relação à paz e harmonia entre os povos.
    Uma semana de paz para ti!
    xx

    ResponderExcluir
  21. Oi, Vera Lúcia, boa noite !
    A maldade agride a min´alma, destruindo os
    meus sonhos, ameaçando os meus amores.
    A humanidade precisa reagir, pela sua
    sobrevivência.
    Olha, estou te seguindo !
    Um carinhoso abraço, querida.
    Sinval.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sinval,

      Obrigada pela visita e por estar seguindo o meu blogue.
      Tentei retribuir a sua visita, mas não encontrei um link.
      Caso tenha um blog, indique-me o link, sim?
      Abraço.

      Excluir
  22. Olá Vera, Excelente mensagem....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  23. Olá Vera, Excelente mensagem....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  24. Vera, quando nós achávamos que nada tinha mais como piorar... Não tá fácil. E que postagem mais apropriada. Pra ler e reler. Mais um ótimo texto. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde Verinha querida!!

    Sinto que a humanidade esta passando por um momento de grandes mudanças... ainda não consigo ver o que vem pela frente, mas acredito que algo esta por vir :(

    Um beijo

    ResponderExcluir
  26. Oi Vera, boa noite querida!
    Sabe, eu ainda não havia me recuperadora da calamidade que aconteceu em Mariana e se estendeu ao longo do Rio Doce, até chegar aqui no meu Estado, Espírito Santo, quando ocorreram aqueles terríveis ataques terroristas em Paris.. Nossa, é impossível se manter bem com tanta coisa ruim acontecendo!

    Por isso que o seu artigo está apropriado, perfeito para o momento, pois clamamos e precisamos de paz!
    Sabe, para mim, o que aconteceu no rompimento em Mariana também deixou cenas de guerra, de destruição em massa nunca antes vistas aqui no Brasil. Um verdadeiro massacre. As imagens da destruição são estarrecedoras e parece que as informações ainda continuam desencontradas, onde o verdadeiro número de mortos e feridos foi abafado diante de interesses escusos... Debaixo deste "mar de lama," ainda aparecerão muita coisa e o frase possui duplo sentido e interpretação, pode ter certeza!

    Por isso que artigos como o seu vem trazer um pouquinho de suavidade, de abrandamento e conforto par os nossos corações dilacerados...Sem amor, nada somos e nada seremos...

    Obrigada amiga, pelo carinho, pela presença sempre exemplar e tão querida!!! ♥
    Deixo meus beijos e desejos de uma semana leve, repleta de paz, pois é o que mais precisamos a priori, pois o amor precisa vencer, com toda a certeza!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  27. O homem sempre foi e sempre será assim... Desde que Abel e Caim se desentenderam.

    ResponderExcluir
  28. Nada muda se você não mudar. Bela Reflexão, Vera.

    ResponderExcluir
  29. Infelizmente o homem se perdeu pela ganância e poder.... Mas não podemos desistir paz!!!!
    Bj Lisette.

    ResponderExcluir
  30. Olá, Vera
    Desculpe a demora em visitar o seu tão aprazível cantinho mas, por motivos de carácter particular, tenho estado um pouco afastado da Net.
    Gostei de ler a sua postagem, e, se me permite, em minha opinião, os últimos actos de extrema violência a que tivemos a desdita de assistir em França (suponho que a eles se deva o tema das suas palavras) não se trata de actos de guerra, mas de puro e o, mais possível extremado, terrorismo. Para haver uma guerra, convencional, esta tem de ser precedida de uma "declaração de guerra", acto este que, tratando-se de terrorismo, não existe.
    Uns quantos fundamentalistas loucos, em nome de um "pobre deus" que não tem culpa nenhuma, desatam a matar inocentes, indiscriminadamente, só porque não professam a sua fé absurda. Absurda, sim, porque não há nenhum deus, seja em que religião for, que defenda a guerra e incentive os seus fiéis a essa prática.
    Ares e Marte existiram, como deuses da guerra, na Grécia e na Roma antigas – mas já passaram à História, não existem mais.
    Deixemos, pois, Deus, seja qual for o nome que lhe dêem, reinar em toda a sua bondade, e condenemos com as todas as armas, estes demónios que só espalham o mal, desgraça e sofrimento.
    Desculpe ter-me alongado tanto… Empolguei-me e saiu este enorme discurso…
    Um beijo
    MIGUEL / ÉS A MINHA DEUSA

    ResponderExcluir
  31. Boa tarde Verinha! Como está a semana por aí?
    Já começou a correria de final de ano?
    Hoje o dia amanheceu tão lindo por aqui... torcendo para que fique assim por uns dias!

    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Diante de tanto fanatismo e de tanta crueldade, Vera Lúcia, podemos fazer o seguinte: Fechar os olhos, respirar fundo e no silêncio do nosso coração, emitir vibrações de Amor e de Paz para toda a humanidade.
    Queridíssima, abraço carinhoso!!!

    ResponderExcluir
  33. Que a paz interior possa ser alimentada todos os dias, em todo o mundo, por todos os povos. Só assim se manifestará a energia necessária para cessar a guerra, o ódio, a revolta.

    Beijinho Vera

    ResponderExcluir
  34. Oi Vera!
    Que excelente mensagem!
    Tomara que a paz reine em todos os corações verdadeiramente, e que o amor seja sempre o fundamento de tudo, com Deus sempre à diante.
    Tudo de bom!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  35. Querida Vera, escolhe sempre as mensagens e as imagens com muito cuidado e sensibilidade.
    A banalização seja da guerra, da fome, do desemprego ou de qualquer outra forma de sofrimento é o pior que pode acontecer a qualquer sociedade.
    Não são as homenagens, nem os lamentos que são necessários, mas a procura séria da resolução destes flagelos.

    Um beijinho com carinho

    ResponderExcluir
  36. Boa noite, Vera. Concordo que a paz ou a guerra nasçam em nós mesmos, uma questão de escolha, caráter e afinidade!
    Se sintonizarmos com o bem e tivermos o desejo real de mudança muita coisa pode mudar em nosso favorecimento e do próximo!
    Creio que as mazelas, desgraças e sofrimentos já estão muito banalizados, se não os virmos nos noticiários, acharemos estranho, infelizmente!
    A paz é uma semente de difícil cultivo, não facilmente harmonizada e conseguida por todos, mas quando mudamos nossas ações, o que é saudável pode acontecer se sobrepondo ao que é nocivo.
    Guerra, só se quisermos, o mesmo ocorre com a paz e o amor!
    Tudo de bom!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  37. Bom dia Verinha!!

    Pois é já é natal... como o ano passou rápido, daqui uns dias já é janeiro de 2016!!!
    Ai Verinha, eu não sou fã de natal, acreditas que nunca decorei a casa em qse 7 anos de casada? Sempre penso e nunca faço nada, mas acho lindooooooo <3

    Um final de semana lindo pra vc!
    Beijoos

    ResponderExcluir
  38. Um post bem oportuno e verdadeiro.
    A guerra é um dos maiores flagelos da humanidade, onde raramente os culpados são castigados.
    Tenha um bom fim de semana, querida amiga Vera Lúcia.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  39. Guerras só faz mal o próprio homem, até quando o homem vai perceber isso, Vera beijos.

    Lucimar Estrela da Manhã

    ResponderExcluir
  40. Um texto belo e tão essencial nestes tempos de agora,
    é um perigo a dessensibilização humana, um pulo
    para incapacidade da solidariedade, afastando mais
    as sementes da paz a serem distribuídas!
    Adorei as imagens, lindíssimas.
    Beijo e abraço afetuoso, Vera!

    Ps: Adoro a leitura que você faz dos meus poemas,
    rica da sua sensibilidade, profundidade e sabedoria...
    Muito grata, viu?!...

    ResponderExcluir
  41. Texto muito bem pensado e construído.
    Guerras, são tão antigas quanto a humanidade. Há sempre um meio para justificar um fim.
    A soberba, a cobiça, o egoísmo estão na génese de cada acto violento.
    Os irmãos tornaram-se Caím's e Abéis, sem sequer pensarem na concórdia e no respeito pelas diferenças.




    Beijos
    SOL

    ResponderExcluir
  42. Se dice que el burro es el único animal que tropieza dos veces con la misma piedra, pero yo pienso que los humanos somos más "burros" que ellos, porque conociendo la historia - cosas, que ellos no conocen- seguimos repitiendo los mismos errores. A ver si puede ser que de una puñetera vez, aprendamos de la historia.
    Muy bonita tu entrada.
    Un fuerte abrazo.

    ResponderExcluir
  43. Olá Vera! Texto oportuno.
    Façamos a parte que nos cabe, semear a paz em pequenos gestos diários e oremos pelo planeta, que carece tanto dessa paz.
    Um abraço, Sônia.

    ResponderExcluir
  44. Boa noite, Vera!!!
    Você tem mesmo alma de poeta (poetisa)...
    Segundo o grande Pablo Neruda " Os poetas odeiam o ódio e fazem guerra à guerra."
    PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
  45. Muito boa esta postagem na reflexão sobre comportamento estereotipado tão presente.
    Banalizaram a morte e assim a violência veio com toda sua sanha. Cosias acontecem,
    que me leva sempre a pensar, se meu pai estivesse vivo ele assustaria muito, visto que
    aos nossos olhos vai se tornando normal. Que risco e perigo. Onde haverá a paz, que tanto
    buscamos e aos poucos vamos nos distanciando dela. Campanha pela paz, mas que haja
    muito amor entre as pessoas, que este amor se espalhe para os outros reinos.
    Um lindo fim de semana com paz e alegria.
    Abraços com carinho

    ResponderExcluir
  46. Ola Vera !
    Excelente mensagem. Tenko problemas com a mae.
    Veja a pintura Alvydo Venslausko - Lituania. www.avpaveikslai.lt/galerija.php
    Realmente gosto !
    Belo Domingo romantico ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! ! :)
    Sandades da Lituania.
    Beijos ! ! :)

    - GLUOSNIS - Lituania

    ResponderExcluir
  47. Olá, Vera, como vai? Ainda há pouco assistia no Esporte Espetacular uma fala sobre os ataques... em um jogo com o time da Turquia a população vaiou-os em protesto, mas como bem lembrou o jornalista, a Turquia também é uma região incessantemente atacada e nem por isso tem a divulgação que teve a questão da França. Penso que a origem da guerra, além da sede pelo poder, tem origem no sentimento de injustiça. É difícil para as pessoas verem o outro lado e julgam toda uma população por uma minoria. De fato, jamais podemos nos acomodar acreditando que guerras são normais.
    Ainda prefiro acreditar que o amor prevalecerá. Será utopia?
    abraços!

    ResponderExcluir
  48. "Se as guerras nascem na mente dos homens, é na mente dos homens que devem ser construídos os baluartes da Paz".

    Esse pensamento é lindo, mas vejo nele uma limitação significativa. Creio que o homem é mau por natureza, mas as próprias limitações dele, de modo geral, limitam suas maldades. Ocorre que em geral homens maus ambiciosos não medem esforços e trilham rapidamente o caminho até o poder e, quando lá estão, as suas maldades se manifestam de maneira assombrosa, causando infelicidades de todo tipo, seja envolvendo guerras ou simplesmente consumindo consigo mesmo os recursos públicos, causando meséria por toda a parte. Então um povo miserável, sofrido, tende a produzir também a sua fatia de ódio e isso, mais uma vez, trará reflexos na sociedade, mais cedo ou mais tarde.

    Creio que podemos nos esforçar para melhorar o coração de nossas crianças, de nossos alunos, mas com certeza há incontáveis fatores trabalhando em sentido contrário, de modo que aqueles que forem bons ao longo da vida o será quase que inteiramente devido à autodeterminação que tiveram de ser alguém bom.

    ResponderExcluir
  49. Sem amor, o mundo auto destrói-se. E era tão simples conquistar a paz. Bastava que a humanidade seguisse
    o último mandamento que Cristo. nos deixou. "Amai-vos uns aos outros, como EU vos amei"
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  50. Grande mensagem!
    É por isso que eu escolhi não dar ouvidos a tudo de ruim que a mídia adora colocar em nossas cabeças. Não significa que eu não leia as notícias; a diferença é que, ao invés de alimentar raiva e ódio dentro do meu coração eu escolhi orar e meditar pela paz mundial.
    Utópico? Talvez, quem sabe. Mas o fato é que ao escolher não vibrar nessas emoções baixas eu senti uma boa melhora na minha vida. Estou mais serena, tranquila...e espero que eu possa emanar um pouco dessa energia para as pessoas ao meu redor.
    Não nutram a raiva e o ódio que as grandes potências querem que vocês sintam pessoal! Ao invés disso, vamos dedicar nossa vida ao amor!

    Um grande abraço a todos,

    Carolina Crochet.

    ResponderExcluir
  51. Passo para lhe desejar boa noite
    E que a sua semana seja muito positiva.

    Beijo de boa noite
    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  52. Quisera que tais sementes germinassem viçosas n'alma humana, sem distinção de credo ou etnia, fazendo florescer a compaixão universal.
    Façamos nós uma corrente diária de preces nessa intenção: Que o amor floresça no coração dos humanos.
    Abraços fraternos, Verinha.
    Calu

    ResponderExcluir
  53. OI VERA LUCIA!
    VERDADE, ENQUANTO NÃO CONSTRUIRMOS A PAZ, VERDADEIRAMENTE NO MUNDO, CONTINUAREMOS NESSA MARCHA ACELERADA PARA A GUERRA, NA QUAL NINGUÉM SAI VENCEDOR.
    CITAÇÕES LINDAS E PERFEITAS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  54. Que maravilha,Verinha! Precisamos cultivar e irradiar a PAZ! O mundo precisda dela e nós idem!


    Obrigadão pelo carinho lá e, como vistes, quem vê o Kiko nem imagina,né? Ele está bem, só fica mais abatido nos primeiros dias após cada quimioterapia! Mas vamos indo, cuidando, tratando e acreditando SEMPRE!" bjs, tudo de bom, INTÉ! chica

    ResponderExcluir
  55. A paz cresce primeiro dentro de nós. E se o mundo vai mal é porque deixamos que o nosso maior inimigo viva dentro de nós. Mostrei há dias uma curta-metragem de Norman Mclaren que exemplifica o que a Vera escreve neste texto tão pertinente e lúcido:

    http://notasdecha.blogspot.pt/2015/11/o-maior-inimigo-vive-dentro-de-nos_22.html

    Um beijo, Vera

    ResponderExcluir
  56. Boa semana, Vera; aguardo o próximo post!

    ResponderExcluir
  57. Muito verdadeiro Vera.
    A guerra só existe onde não há paz, por isso temos que semear por onde passarmos!
    Linda inspiração Vera!
    Um grande abraço de uma abençoada semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  58. Há realmente muita maldade no mundo. Mas como travar estes fanáticos?
    Bjs

    ResponderExcluir
  59. Boa tarde Verinha!!

    Como vc está? Imagino que por aí a correria de final de ano deve estar d+...
    E o final de semana como foi?
    O meu contei lá no blog pensando em vc!! espero que vc goste!!

    Beijos e uma linda semana

    ResponderExcluir
  60. Ótima semana pra vc Vera \o/
    Beijos!

    ResponderExcluir
  61. Brilhante texto... como sempre. Triste aceitar isso, mas é verdade, humanidade sempre em guerra. E o mundo está chorando... lama de um lado, sangue do outro. Parabéns, Vera.

    ResponderExcluir
  62. Un mundo de locura...un saludo desde Murcia...

    ResponderExcluir
  63. Un mundo de locura...un saludo desde Murcia...

    ResponderExcluir
  64. Excelente texto, Vera Lúcia, sobre guerra e Paz. Sobre a paz, a nossa esperança pode alicerçar-se no entendimento entre os povos, e, quem sabe, na possibilidade de os povos direcionarem o seu vigor para o trabalho solidário para minorizar a fome que assola a África e outros tantos países esquecidos pelos negociadores de armas, que dão lucro inconteste.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  65. Nada da GVT ainda Verinha?
    Tomara que arrumem logo sua internet!!

    Um beijão

    ResponderExcluir
  66. Bom dia Verinha!!

    Como vc está hj, a dor de cabeça passou? Espero que sim... ô coisa chata né? Pior é que elas nunca esquecem da gente :(
    Por aqui o problema tb era no modem, tb estava pifado, ai eles colocaram um novo e mais moderno e resolveu!
    Ser sindica não deve ser fácil né Verinha?
    Logo chega o final de semana e vc poderá descansar e pensar em um post bem lindo pra nos presentear!!

    Muito obrigada por sempre me visitar, me deixa muito feliz!!

    um beijo e uma quinta mais leve para vc!

    ResponderExcluir
  67. Fico perplexa porque hoje podemos assistir a qualquer guerra pela televisão, sentados confortavelmente enquanto uns matam, outros morrem. Jamais pensei que um dia chegássemos a essa tecnologia, a esse horror de 'assistir'. Não acredito, no entanto, que um dia a paz reinará entre os homens: termina num lugar, começa no outro. Foi sempre assim. A ganância, o poder, o domínio pela coisa alheia.

    Beijos e meu carinho, Vera!
    Bela ilustração.

    ResponderExcluir
  68. Olá Vera.

    "Ha um tempo para tudo..." Diz as escritura sagradas.E o que estamos vivendo infelizmente, é de muita guerra. O homem nao tem ideia o mal que é capaz.
    Paz e luz urgente!

    Um texto muito apropriado. Parabens pela inteligente escolha.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  69. Uma semana depois da minha última visita, voltei para ver as novidades.
    Fico à espera do próximo post...
    Vera Lúcia, tenha um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  70. Precisamos estar atentos e vigilantes,
    para que as forças do mal não se avolumem mais e mais.
    Beijinhos, queridoka!!!

    ResponderExcluir
  71. ABAJO LAS GUERRAS!!! ARRIBA LA HUMANIDAD!!!
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  72. Oi Verinha!!!
    Pior que agora acho que meu cabelo estava bonito... não ficou ruim, mas as mechas danificam muito... então está bem ressecado, estou hidratando bastante, mas as pontas ficaram feias mesmo dando uma cortada. Mas logo cresce, já que estou cheia de cabelos brancos não quero me apegar heheheh

    Que bom que a dor de cabeça passou, hj sou eu que estou com uma de sair lágrimas dos olhos :( Vou tomar um banho e deitar...
    Fiquei preocupada com esse vento. Não aconteceu nada com vcs né?

    Um grande beijo e um lindo final de semana, aproveita!!

    ResponderExcluir
  73. O mundo está doente, Vera. Que ótima postagem. Texto bem propício. Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  74. Sabe, amiga, não vejo melhoras no doente.
    Já é doença crónica...

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  75. Sabe, amiga, não vejo melhoras no doente.
    Já é doença crónica...

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  76. Oi Verinha, vim conhecer seu blog e fiquei maravilhada com as postagens que pude ler, vc tem um critério que agrada ao leitor na escolha do que vai publicar. Paz e Guerra, um tema interessante, é pena que os homens não perceberam que somente o amor, a fraternidade e a bondade podem salvar o mundo, pois as guerras são fomentadas de acordo com os próprios interesses do governo. A comercialização de armas é um filão muito lucrativo e enquanto uns lutam pela paz, há aqueles que a incentivam visando este lucro descomunal que a guerra traz. A guerra fomentada em nome da religião ainda causa maior horror e a banalização da situação que é mostrada pela televisão tende a banalizar situações que nos trazem a desesperança de que um dia isto tudo mude. Enfim, banalizar o terror é um crime tão horrendo que nos abismamos com a aceitação de tal estado de coisas como se fosse algo muito normal.
    Grata pelas afetuosas palavras lá no canto da Leninha. O casalzinho está aproveitando as belezas dos países baixos, amanhã chegam a Amsterdam. Mandei o seu beijão para a Leninha e ela se comoveu com a lembrança, mandou retribuir com muito carinho e lhe mandou uma tulipa amarela (a cor da amizade).
    Deixo uma beijoca pra você e até outros 'encontros'.
    Aninha

    ResponderExcluir
  77. Oi Verinha, vim conhecer seu blog e fiquei maravilhada com as postagens que pude ler, vc tem um critério que agrada ao leitor na escolha do que vai publicar. Paz e Guerra, um tema interessante, é pena que os homens não perceberam que somente o amor, a fraternidade e a bondade podem salvar o mundo, pois as guerras são fomentadas de acordo com os próprios interesses do governo. A comercialização de armas é um filão muito lucrativo e enquanto uns lutam pela paz, há aqueles que a incentivam visando este lucro descomunal que a guerra traz. A guerra fomentada em nome da religião ainda causa maior horror e a banalização da situação que é mostrada pela televisão tende a banalizar situações que nos trazem a desesperança de que um dia isto tudo mude. Enfim, banalizar o terror é um crime tão horrendo que nos abismamos com a aceitação de tal estado de coisas como se fosse algo muito normal.
    Grata pelas afetuosas palavras lá no canto da Leninha. O casalzinho está aproveitando as belezas dos países baixos, amanhã chegam a Amsterdam. Mandei o seu beijão para a Leninha e ela se comoveu com a lembrança, mandou retribuir com muito carinho e lhe mandou uma tulipa amarela (a cor da amizade).
    Deixo uma beijoca pra você e até outros 'encontros'.
    Aninha

    ResponderExcluir
  78. That's a beautiful creation !!
    Have a nice new week !

    ResponderExcluir
  79. Que o mundo adote a paz como sua filha e a mantenha sempre junto ao peito!
    Uma feliz semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...