Bloqueador de Selecao

domingo, 14 de junho de 2015

VOCÊ NÃO É DONO DE NINGUÉM.




A expressão "VOCÊ NÃO É DONO DE NINGUÉM" , apesar de parecer óbvia, não possui muitos adeptos.
Há indivíduos que perdem a alegria de viver porque foram abandonados pelas pessoas que amavam. Dizem que a vida tornou-se insuportável porque amavam mais o outro do que a si mesmas. Em verdade, amar o outro mais que a si mesmo não é exatamente amor. Na maioria dos casos, é doença digna de tratamento psicológico.
Quantos e quantos têm crises ridículas de ciúme e depois justificam a cena patética dizendo que agiram daquela maneira porque amam "demais"...
Ciúme não é demonstração de amor. É um fenômeno psicológico de insegurança, porque o ciumento tem autoestima baixa. O ciumento convive com um fantasma: o medo de perder, a qualquer momento, a pessoa amada.
Nenhuma pessoa lhe pertence, até porque você pode fiscalizar as atitudes do outro, mas não tem como fiscalizar o que o outro sente.
A pessoa que ama verdadeiramente sente-se feliz por ver a pessoa amada feliz, independentemente se a pessoa amada está ou não com ela.

Ame sem escravizar...
Ame sem se sentir proprietário...
Ame dando liberdade ao outro dele ser como ele é ...
Ame sem exigências...
Simplesmente, ame.

Relações sadias são aquelas ricas de afeto e pobres do desejo de domínio.
Talvez o que você chama de amor a pessoa amada defina como tortura...


Do livro 'É hora de ser feliz', de Agnaldo Paviani.



68 comentários:

  1. Uma expressão tão óbvia e no entanto, tantos ainda não se deram conta disso e querem ser donos, escravizar, ou pelo amor ou por ódio.Pena! bjs, lindo domingo e tuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom na nova semana! chica

    ResponderExcluir
  2. Um texto onde me identifico. Adorei

    Desejo-lhe um bom Domingo
    Beijos

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  3. Oi, Vera Lúcia, texto bem interessante,,,eu não entendo muito dessa coisa de ciúme mas eu acho que tem
    a ver com jogo de dominação e poder também...pensar no amor em termos de posse acaba por trazer conflito e onde não há como manter uma relação saudável.
    um abraço

    ResponderExcluir
  4. Oi, Vera, como vai?
    Ótimo texto!!!!! Conheço inúmeras pessoas que procuram manter o outro sob seu domínio e chamam isso de amor. Sinceramente, se é amor, não consigo entender dessa forma. Uma coisa é se interessar pelo outro, o que gosta, o que faz, querer fazer parte de sua vida, estar junto... outra é comandar, sufocar.
    Acredito que um pouco de ciúme é natural e até gostoso, perceber que o outro se importa contigo... mas esse oriundo da possessividade é péssimo! Vivi um relacionamento pautado na possessividade que me detonou, e o possessivo ainda se faz de vítima, chora, usa artifícios para manter o outro sob seu domínio, usando o "amor" como argumento, "é que eu te amo demais, tenho medo de te perder"... ah, me poupe! O amor nos quer ver felizes e bem, jamais usar de culpa, chantagem emocional para nos manter por perto.
    Genial o trecho "você pode fiscalizar as atitudes do outro, mas não tem como fiscalizar o que sente".
    Abraços, ótima semana!

    ResponderExcluir
  5. Quem ama liberta o ser amado para sua autofelicidade!
    Isso é generosidade e maturidade amorosa.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. O verdadeiro amor não aprisiona, mas liberta.
    Linda reflexão Vera Lucia querida, grande beijo no coração.

    ResponderExcluir
  7. Vera, tenho para mim, não haver amor sem ciúme e isso não mal. O que acho mal, mesmo a despropósito é, em conjunto haver - ciúme da desconfiança. É sempre da confiança que nasce o equilíbrio.
    Beijps

    ResponderExcluir
  8. Oi Vera,
    Que triste coincidência: fiz uma postagem sobre esse tema e já tinha vários comentários, mas como tinha que tomar o remédio a meia noite dormia no computador. Ao invés de publicar, voltei e sem querer excluí.Vou começar a fazer rascunhos das minhas postagens, mas sempre tenho 3 a 4 postagens guardadas.
    É tudo isso mesmo que você falou.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Claro, há que respeitar a liberdade do outro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Sem liberdade e respeito não existe amor. Tenho que o sentimento se baseia na felicidade do outro e não apenas na nossa. Ninguém vive bem acorrentado, por mais que seja , dentro da gaiola, envolvido em diamantes. Uma união feliz pressupõe confiança e cuidados, que não se confundem com ciúme e vigilância. A imagem é muito bela. Bjus.

    ResponderExcluir
  11. UN PLANTEAMIENTO MUY REFLEXIVO. GRACIAS POR COMPARTIRLO.
    ABRAZOS

    ResponderExcluir
  12. É verdade. As vezes confundimos as coisas, mas o texto é verdadeiro.
    Um abração e uma linda semana.

    ResponderExcluir
  13. É tão simples. Pena que para alguns ou muitos, o outro é peça adquirida.
    lindo texto.
    Uma semana bacana pra ti.
    beijogrande

    ResponderExcluir
  14. Hello Vera,
    Your words are beautiful again.
    Selected picture are suitable,
    Wishing you a wonderful week.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  15. A minha liberdade termina onde começa a liberdade do outro. E isto aplica-se a todos os tipos de relação. O amor dá-se bem com respeito, mas morre quando é asfixiado. Gstei muito do seu texto, Vera. Muito claro e conciso, refere o essencial.

    Um beijo e um boa semana

    ResponderExcluir
  16. Boa tarde Vera..
    por isso que relacionamentos estão cada vez mais ruindo os pilares..
    pq um dos dois sempre quer mandar.. prender.. não há aquilo de se compartilhar os momentos e o amor..
    muito a ser melhorado ainda.. bjs e feliz sempre

    ResponderExcluir
  17. Pois é minha querida...é por estas e outras que resolvi ficar sozinha!
    Não gostei da ideia de posse! Esse tipo de amor que sufoca não é comigo...
    Já experimentei e não gostei! Gosto de ser eu e de saber que ninguém
    manda em mim!

    Beijão

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde Vera,
    É verdade...ninguém é dono de ninguém,
    mas a maioria das pessoas não pensam assim...
    Por isso as relações sadias andam escassas.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. Olá querida,
    Realmente o ciúme excessivo sufoca e abala uma relação, antes só que mal acompanhado neste caso, devido a estas coisinhas estou sozinha também. Ciúme ao exagero realmente é total sinal de insegurança e outro parceiro não tem culpa. O melhor caso é ficar só.
    Belo texto, belas palavras como sempre e fiquei muito feliz por saber que você gostou do texto de Santo Antônio, realmente ele morreu jovem como em suas estátuas.
    Beijos minha linda.

    ResponderExcluir
  20. Muito bom, Vera! E fala de uma verdade cristalina, que todos deveríamos ter sempre presente. Obrigado, amiga; boa semana.

    ResponderExcluir
  21. Olá,Kilida,good night
    infelizmente, não li o livro do Agnaldo Paviani...vero, não possui muitos adeptos... realmente acreditam que são donos de outras pessoas, e se esquecem que ninguém é dono de ninguém, a não ser de si próprio -desde que não seja "viciado" pela sociedade que cria estereótipos - fruto apenas de insegurança e o "esquecimento" que a vida é feita de ganhos e perdas e que "só possuímos a nós mesmos, pois ninguém é de ninguém."...muitas vezes, é a sensação do sentir-se no controle de alguém, algo etc e tal... Porém, ninguém tem controle absoluto sobre tudo , o "outro não é nosso" e não se controla . O apego excessivo, sob disfarce , é uma demonstração de insegurança ou de medo da solidão ou desequilíbrio emocional, tudo pelo desejo de ser correspondido, como se o fato de amar nos desse o direito de posse...
    Agradecido pelo carinho, feliz semana,belos dias,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,Kilida, Good Night
      !sojieb ,said soleb ,anames ed lanif zileF ,erpmes ed ohnirac olep oçedargA

      Excluir
    2. rsrsrsrs...
      mébmat êcov araP.
      ojieB.

      Excluir
  22. Olá, simpatia, que lindo texto...
    Realmente, ninguém pode cortar as asas de alguém e a melhor maneira de segurar um amor, é justamente dando liberdade ao outro.
    Grande abraço, Vera Lúcia!!!

    ResponderExcluir
  23. Mais uma escolha ótima, Vera. Ame mas não se aproprie, ame mas não controle, enfim... Ciúme é normal, mas obsessão é doença e acaba destruindo toda relação. E tb não dá pra se isolar de todos e ficar só com a pessoa porque isso só agrava tudo. Bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  24. Muito bom. Vou ler.

    Teu blog continua lindíssimo.

    ResponderExcluir
  25. Boa tarde Verinha.
    Concordo com cada palavra. Acho que existe o ciúme sadio e tranquilo, e o ciúme doentio e perturbador... deste último quero distância ;)

    Uma semana linda e abençoada pra vc!

    Beijãooo

    ResponderExcluir
  26. Vera, como vai querida amiga?
    Eis um dos melhores e mais sensatos textos que tive a oportunidade de ler nos últimos anos!

    Incrível como autor descreveu o amor e o estado de posse de forma grandiosa!
    São dois vértices de mesma uma moeda, mas totalmente diferentes!
    Gostei demais da abordagem e mesmo sendo um texto de poucas linhas, condensa tudo o que precisamos saber a respeito do verdadeiro amor entre duas pessoas.

    O amor não aprisiona, o amor é livre, o amor é puro...
    O ciúmes cega e entre duas pessoas só deve existir respeito, lealdade e a vontade explícita de querer ver o outro livre e feliz!
    O amor jamais aprisiona: isso é belíssimo!
    Realmente a gente não pode fiscalizar o que o outro sente...Suas atitudes sim, mas seus sentimentos jamais... Os sentimentos estão guardados em cada coração... e também bem escondidos...
    E quando se ama de verdade, quando se tem cumplicidade, a gente até consegue descobrir o que está guardado dentro do coração da pessoa amada, mesma que ela jamais o diga em palavras...só em gestos...
    Afinal, o que conta são os gestos,são as atitudes de cada um!

    Então vamos valorizar quem nos respeita, quem não quer mudar a nossa maneira de ser e existir.
    Posse, nós só encontramos no Código Civil ..rsrs e jamais poderemos se apossar do coração de alguém!

    Obrigada querida, mais uma vez me deixando boquiaberta com a seleção criteriosa e arrebatadora da mensagem! Me fez refletir e entender muitas coisas!! :))))

    Beijinhos e uma semana muito, muito linda!
    De todo o coração!!!

    ResponderExcluir
  27. O amor NÃO é uma pessoa, é um sentimento. Pessoas vão embora, é até normal, o que a gente não pode perder é a capacidade de amar, essa tem que estar viva dentro da gente, para amarmos outras pessoas. . Não há amor ou felicidade personificados ou personalizados.

    ResponderExcluir
  28. Lindo um belo texto que gostei de ler.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    ResponderExcluir
  29. Amiga Vera, primeiro quero lhe agradecer os comentários tão carinhosos e elogiosos que me ofereceu.
    Claro que a Vera faz parte do meu querido "bando de amigos", a amizade é que me faz estar com gosto na blogosfera.
    Infelizmente há muita gente carente de afecto e de amor, e essa carência vira obsessão quando pensa encontrar alguém que supostamente preenche aquilo que procura.
    Se não há auto-estima não pode haver dualidade nesse amor, a pessoa é infeliz e faz o outro infeliz também. Muitos crimes se cometem devido a essa carência.
    Primeiro temos que gostar de nós para podermos gostar dos outros.

    Ps. Adorei a imagem!
    Um beijinho com carinho e amizade

    ResponderExcluir
  30. This is the precise weblog for anybody who needs to seek out out about this topic. You notice so much its almost arduous to argue with you. You positively put a brand new spin on a subject that's been written about for years. Nice stuff, simply nice!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thank you for your visit and kind comment.

      Excluir
  31. Olá Vera ,
    Sou um adepto total dessa filosofia de Vida , isto é , o Amor não é Ciume nem posse do outro . Em primeiro lugar é necessário desenvolver o nosso Amor próprio respeitando-nos como individuos únicos , e só depois estaremos preparados para Amar o outro dentro de um contexto saudável e positivo .

    Obrigado pelas suas Amáveis Palavras , pela sua Preocupação , pela sua Dedicação , você estará sempre no meu Coração . Muito Obrigado mesmo .... o meu Pai partiu na sua viagem para outra dimensão , tenho estado no meu recolhimento e um pouco retirado , voltarei em breve ...

    Um Forte Abraço
    Luis Sousa

    ResponderExcluir
  32. Verinha, não conheço muito BH, mas sempre tive a impressão de que por ai faz calor o ano inteiro...
    Aqui tá bem gelado... Passei frio essa noite :( Com o Evandro viajando fiquei com preguiça de levantar pra pegar mais cobertas :(

    Beijãooo, bom restinho de quarta!

    ResponderExcluir
  33. A eterna insegurança, o conhecido complexo de posse e o triste e doentio ciúmes que estragam qualquer relacionamento.
    Amar não é isso. Amar é deixar o outro voar, ele voltará naturalmente ao ninho.
    Belo texto, Verinha.

    ResponderExcluir
  34. Bom dia, Vera. Muito interessante esse texto, faz refletir.
    Concordo em relação a ele, principalmente no que diz que amor verdadeiro é quanfo deixamos a pessoa ser feliz, queremos seu bem e felicidade, ainda que não seja conosco.
    Já fui muito ciumenta sem motivo algum, eu od criava em minha mente insana pir me amar menos do qur deveria, já fui vitima dele também e digo que é péssimo. .
    Amar é tão bom quando nos aprisiona de forma saudável e feliz.
    O amor é tão complicafo em sua definição, que acho que nem lhe fabe uma, mas sabemos quando não o sentimos.
    Muito bom.
    Tenha um dia de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  35. Desculpe os erros de digitação, escrevo no escuro.
    Beijos na alma e paz, sempre.

    ResponderExcluir
  36. Desculpe os erros de digitação, escrevo no escuro.
    Beijos na alma e paz, sempre.

    ResponderExcluir
  37. Bom dia, Vera. Muito interessante esse texto, faz refletir.
    Concordo em relação a ele, principalmente no que diz que amor verdadeiro é quanfo deixamos a pessoa ser feliz, queremos seu bem e felicidade, ainda que não seja conosco.
    Já fui muito ciumenta sem motivo algum, eu od criava em minha mente insana pir me amar menos do qur deveria, já fui vitima dele também e digo que é péssimo. .
    Amar é tão bom quando nos aprisiona de forma saudável e feliz.
    O amor é tão complicafo em sua definição, que acho que nem lhe fabe uma, mas sabemos quando não o sentimos.
    Muito bom.
    Tenha um dia de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  38. Amar de forma desapegada é um exercício contínuo, em relação a todos que nos cercam e são importantes para nós.

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde Verinha!!

    Um "cobertor de orelha" é tudo de bom nesta época fria do ano... Acho que hj ele volta <3

    Beijãooo

    ResponderExcluir
  40. Verdade não somos donos de nada...beijo Lisette

    ResponderExcluir
  41. Saudações,
    Vera!

    Tenho dificuldades em compreender a ligação entre propriedade e proprietário
    Abrir mão nos precípuos da amizade fiel,da liberdade do companheirismo e cumplicidade dos corações para viver engaiolado,recebendo chicotadas verbais ,desconfianças do ciúme ,torturas físicas e mentais ?.
    Nem com os mais sofisticados eletrochoques na 'moringa' ,mudará o obcecado

    Ainda conservamos 3 características primitivas desde que descemos dos galhos e em alguns predominam sobre o outro como objeto de suas vontades figurado de amor.
    Nenhum proprietário com sentimento distorcido abrirá mão de sua posse sem destruí-la,mesmo sendo nos conceitos elementares da moral e da ética

    Pablo Picasso era gênio na exposição pública de figuras disformes ao retratar suas companheiras quando encontrava outra pessoa para substituí-la em sua galeria

    Abraços fortes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nino,

      Gostei da imagem de perfil. Vi até algumas mechas prateadas nos cabelos, o que me fez pensar que poderia ser você. Estou enganada? -rsrs (mulher é bicho curioso, não?).

      Você tem razão, meu amigo. Não há eletrochoque que mude um ciumento possessivo. Sei bem o que é viver com uma pessoa assim. Pode melhorar, mas não cura.

      Obrigada!

      Grande abraço.

      Excluir
    2. Sim,sou eu
      Foto de celular tirada de meu 'esconderijo' a noite
      rsrsrsrs

      O tema é muito delicado e tive cuidados ao abordá-lo

      Vera,
      Fique bem,
      Um maravilhoso final de semana

      abraços fortes

      Excluir
  42. Boa tarde Vera
    É verdade, ainda bem que passei desta fase, acho que a gente cresce e amadurece
    com o tempo , deixar o tempo nos ensinar é muito bom para o relacionamento não ruir.
    beijinhos e bom fim de semana.


    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  43. Verinha, que seu final de semana seja lindo. Aproveita bastante <3

    Beijãooooo

    ResponderExcluir
  44. Amar é aprender a libertar... não a reter ninguém...
    E quando libertamos... se esse alguém voltar... será nosso para sempre.
    Se não voltar... nunca terá sido nosso...
    Passando por aqui, para deixar um beijo, desejar um excelente fim de semana... e agradecer a sua imensa gentileza, em suas visitas e comentários... mesmo apesar de andar um pouco ausente da net, por estes dias... por razões temperamentais do meu computador...
    Enquanto me familiarizo com o novo sistema... ainda vou andar pelos blogs, a meio gás... nos próximos dias... e provavelmente só conseguirei postar algo na próxima semana...
    Mas já sabe bem estar de volta, aos pouquinhos...
    Um grande beijo! E uma vez mais, obrigada!...
    Ana

    ResponderExcluir
  45. Amar é aprender a libertar... não a reter ninguém...
    E quando libertamos... se esse alguém voltar... será nosso para sempre.
    Se não voltar... nunca terá sido nosso...
    Passando por aqui, para deixar um beijo, desejar um excelente fim de semana... e agradecer a sua imensa gentileza, em suas visitas e comentários... mesmo apesar de andar um pouco ausente da net, por estes dias... por razões temperamentais do meu computador...
    Enquanto me familiarizo com o novo sistema... ainda vou andar pelos blogs, a meio gás... nos próximos dias... e provavelmente só conseguirei postar algo na próxima semana...
    Mas já sabe bem estar de volta, aos pouquinhos...
    Um grande beijo! E uma vez mais, obrigada!...
    Ana

    ResponderExcluir
  46. Uma bela noite Vera!
    Não tive como não lembrar de uma canção lá do passado,
    que dizia que ninguém é de ninguém e que na vida tudo passa.
    Um belo texto como sempre para este sentimento de propriedade,
    que muitos adotam e em seu nome até matam. Ridículo ciúmes,
    se quem ama não mata... e o que vemos é pensar errôneo sobre o outro.

    Estamos de volta com saudades das paginas maravilhosas como a sua.
    Curti bem minhas Minas tão Gerais. Passei por Belô apenas uma segunda feira
    para matar saudades do Mercado e do lugar que morei em republica estudantil.
    Senti muito frio na minha cidade mas estava bom no esbaldar da gastronomia,rsrs.
    E até dei sorte ao Azulão da cidade na primeira vitória no Horto,kkkk
    Um abração com carinho amiga.

    ResponderExcluir
  47. Oi Vera, desculpa a demora
    Acabei de postar Arca de Noé(forte)- amanhã não posto pois vou fazer uma pequena viagem.
    Vou responder devagar(pois uso óculos) no celular.
    Beijos

    ResponderExcluir
  48. Olá, querida Vera
    O amor é libertação... sempre...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  49. Tenha um ótimo fim de semana, Vera. bjs

    ResponderExcluir
  50. Muita verdade em essa reflexão.

    Grta pela visita.

    Hoje há festa...LOL...lá no Blog.

    ResponderExcluir
  51. Olá Vera ; gostei do belo texto...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  52. Olá Vera ; gostei do belo texto...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  53. Boa noite, Vera. Redpondendo a sua pergunta de como eu escrevia no escuro, rs.
    Quando sem tempo ou preguiça mesmo, comento deitada com a luz apenas do celular, daí, os erros serem comuns, não gosto, mas às vezes sai trocada a letra.
    Tenha um bom fim de semana.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  54. Boa noite, Vera. Redpondendo a sua pergunta de como eu escrevia no escuro, rs.
    Quando sem tempo ou preguiça mesmo, comento deitada com a luz apenas do celular, daí, os erros serem comuns, não gosto, mas às vezes sai trocada a letra.
    Tenha um bom fim de semana.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  55. Boa noite, Vera. Redpondendo a sua pergunta de como eu escrevia no escuro, rs.
    Quando sem tempo ou preguiça mesmo, comento deitada com a luz apenas do celular, daí, os erros serem comuns, não gosto, mas às vezes sai trocada a letra.
    Tenha um bom fim de semana.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  56. Boa tarde Vera !
    Muito interessante esse texto. A imagem e muito bela.
    Amor ajuda a viver :)
    Bom Domingo !

    Um forte abraco !

    - GLUOSNIS - LITUANIA

    ResponderExcluir
  57. Oi Vera,
    Foi mais uma postagem que coloquei, não é a minha opinião. Que Deus é esse que faz o bom sofrer tanto a humilhação, a dor da carne, depois o mata. A única coisa que nos iguala a todos é a morte. Que Deus é esse que faz seus filhos sofrerem a discriminação racial, a fome e a desigualdade social.Desde as 4 horas que estou acordada e nem me pergunte o porquê, é uma das recompensa do meu 39 anos trabalhados só em carteira. Que Deus é esse que deixa seus filhos morrerem de fome comendo nos lixões da vida e não comendo nada nos campos de concentrações e os "bambans" comendo iguarias e mandando matar para calar nossa boca.
    Vale a pena viver assim?
    Eu leio sim a Bíblia para ver se Deus nos mostra a explicação. Quando um filho da gente morre fica com febre, a gente fica louco, mesmo sendo grande. Que sentiu Deus, quando viu seus filhos morrerem afogados?
    Adiantou se arrepender?
    Há tantas coisas que gostaria de saber. O livro de História está tudo errado,"pedra lascada", Noé já era suficiente tinha outro jeito de vida, os seus descendentes retrocederam?
    Quando questionava o professor ele dizia: Quer tirar zero nas provas escreva suas opiniões, mas se escrever o que está no livro, com certeza passará em primeiro lugar. Que me adiantou tanta inteligência: sempre tirava as melhores notas enquanto estudei, até francês ensinei minha tia que me criou. Tantas palavras más foram transferidas pra mim e eu nunca retruquei, mas ia a juízo e sempre ganhei.
    Sei um pouco de tudo, o que adiantou? Não era para estar dormindo na minha fofinha cama.
    A única coisa boa que ganhei na vida foi meu pai adotivo e meu segundo marido que chora minhas dores. Um marido que encontrei para me dar conforto e felicidade.
    Desculpa o desabafo
    Beijos

    ResponderExcluir
  58. Bom dia de domingo, vim te visitar e deixar
    um salmo pra vc, tenha um bom começo de semana

    Nem olhos viram ,nem ouvidos ouviram ,nem jamais chegou ao entendimento humano ,o que Deus tem preparado para aqueles que o amam.
    ( I Coríntios 2:7-9)

    Bjuss com carinho

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  59. Acho que o desprendimento é a base de todo o amor. Amar-se a si mesmo primeiro, para que a carência não nos torne "vampiros" do afeto alheio, e saber que o outro não tem a obrigação de nos fazer felizes, nós é que precisamos estar felizes conosco mesmos para construir uma boa relação...e assim, mesmo nos momentos de problema e tristeza, teremos força suficiente para apoiarmos um ao outro, sem colocar nos ombros de ninguém a carga de resolver nossa vida, apenas aceitando o afeto que o outro tem condições de dar. Parece difícil...e é, pois a tendência humana é o egocentrismo que faz parecer que nosso mundo é o centro do universo e todos devem se compadecer de nós. Mas a pessoa capaz de assim amar, quando encontra seu par, saberá o que é realmente o amor sem fronteiras nem condições.
    Um grande abraço!
    Bíndi e Ghost

    ResponderExcluir
  60. Realmente , Vera Lúcia . Não há quem consiga dominar o sentimento do outro . " Ninguém é de ninguém " , conforme música popular . Gostei bastante do texto . Obrigada . Beijos e bom início de semana .

    ResponderExcluir
  61. Amor é pássaro que alça os mais altos voos quando em liberdade, pois sempre sabe onde deixou seu ninho...

    ResponderExcluir
  62. Boa noite, Vera. Apesar de já ter comentado awui eu não lembrava.
    Foi necessário especificamente reler rico texto.
    É muito difícil conviver com ciúmes, mas creio que o natural todos sentem, o que não massacra.
    O final é fortíssimo quando diz que o que podemos sentir aos olhos do outro é tortura.
    Não gosto de deginir amor, uma vez que ele é amplo e cada um o sente de um mofo.
    Fato é que temos de ter cuidado com o que sentimos, pous podemos acabar ferindo a pessoa amafa, que apenas quer respirar!
    Sempre bom vir aqui.
    Tenha uma semana de paz.
    Beijos na alma.
    Linda semana.

    ResponderExcluir
  63. Boa noite, Vera. Apesar de já ter comentado awui eu não lembrava.
    Foi necessário especificamente reler rico texto.
    É muito difícil conviver com ciúmes, mas creio que o natural todos sentem, o que não massacra.
    O final é fortíssimo quando diz que o que podemos sentir aos olhos do outro é tortura.
    Não gosto de deginir amor, uma vez que ele é amplo e cada um o sente de um mofo.
    Fato é que temos de ter cuidado com o que sentimos, pous podemos acabar ferindo a pessoa amafa, que apenas quer respirar!
    Sempre bom vir aqui.
    Tenha uma semana de paz.
    Beijos na alma.
    Linda semana.

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...