Bloqueador de Selecao

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

AS DORES ACABAM.




É incrível, mas um dia toda dor acaba. É como acordar sem febre depois de noites de agonia. Você se pergunta, distraída: “Onde está a dor que eu deixei aqui?” Foi embora, de repente, sem ser notada, sem alarde. Um dia você percebe que alguma coisa parou de doer. Um dia você entende que não precisa mais daquela dor. Um dia você sente preguiça de sofrer e tem vontade de alongar a alma, estendê-la ao sol.
As dores acabam porque a vida é maior e mais teimosa.
Quando se está no olho do furacão, no fundo do abismo, velando um ente amado, rolando na cama vazia, a dor parece eterna, presença maciça, definitiva, que tudo ocupa e devasta. Ela fica ali, sentada no sofá, servindo-se do jantar, pulsando na outra metade do leito, rondando sua intimidade, compartilhando sua rotina. Lê seus livros, vai ao cinema com você, amiga íntima, inseparável. Torna-se familiar, corriqueira. Essencial. Reverenciada.
Quando se está em dor, a frase que mais se ouve é: “Vai passar... Nada como um dia após o outro”. Ou então “o tempo cura tudo!” Naquela hora, tudo soa ridículo, leviano, estúpido. Dá vontade de gritar, numa espécie de arrogância e vaidade às avessas: “Você não conhece a minha dor. A minha dor é a maior do mundo e nunca vai passar!”
Cuidado! A dor é aderente. Não se apegue demais, não se deixe seduzir. As sombras não protegem, apenas escondem. Não se aprisiona a dor sem tornar-se prisioneiro dela. A dor pode virar um vício. Uma grande justificativa. Uma explicação respeitável. O inferno consentido. Um destino e não um caminho. O tumor alimentado com diligência. O veneno tomado solenemente.
A dor que não é doença tem prazo de validade. Cumpre um ciclo. É percurso, mal necessário, remédio amargo. Expurgo. Esconjuro. Depuração. Quando ela acaba deixa um vazio, um descampado que será aos poucos inundado pela sua alma alargada, reintegrada que se espalhará como maré alta e tudo contemplará.
As grandes dores parecem inesgotáveis, insaciáveis. Mas mesmo as dores indizíveis, aquelas das perdas impronunciáveis, as dores abissais que contrariam as leis da vida, mesmo essas um dia passam. Param de fisgar, de sangrar. Cansam, aquietam. Libertam-se de nós e viram cicatrizes, marcas, tatuagens.

É comovente e belo trazer no corpo e na alma as marcas das dores bem vividas. Nada mais natural que fazer as pazes com nossas dores. Deixá-las partir sem medo. Lembrá-las sem sobressaltos. Reconhecê-las. Afinal, “nós também somos o que perdemos”.


(Hilda Luca)


68 comentários:

  1. Ela vem sem que a chamemos e se vai sem percebermos. Não faz de nossa alma morada, salvo se, doentiamente, a acorrentarmos e a tornarmos parte de nós. É visita que nos cumpre aceitar por algum tempo. Deixa cicatrizes, realmente. Mas chega um dia em que as olhamos sem sofrimento e apenas como sinal de superação. Um texto que apresenta a verdade dita de forma leve e sensível. Imagem linda. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Bom dia,Kilida Vera
    sim, muito bom o texto da Hilda Luca e a imagem é lindíssima!
    ... creio que tudo tem seu tempo para começar, durar e terminar e assim vamos vivendo,uma dor aqui e outra acolá... sim, é subjetiva,cada uma tem a sua forma de encarar,por isso "a arrogância e vaidade às avessas","você não conhece a minha dor" que "é a maior do mundo e não vai passar"...
    mas,toda dor passa, toda dor se esquece, toda dor nos ensina, e toda dor acaba, para que outras possam começar ...e nos torna melhores, pois aprendemos não só a suportá-la, mas a curá-la ou transcendê-la..desde que saibamos , que o tempo está sempre a favor do nosso ritmo e de nossas escolhas e que é importante vivenciar a dor " as marcas das dores bem vividas"...e depois, as deixar ir,"deixá-las partir sem medo", deixe acabar e sorria à vida...
    Obrigado pelo carinho,bela semana, muita paz e luz,beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Bom dia,kilida Vera
      passando para agradecer pelo carinho ,muito obrigado e desejar um feliz final de semana,muita paz e luz, beijos!

      Excluir
  3. Um dia acaba a dor e acaba tudo. Nesse dia parece que tudo desapareceu e que a vida passou.

    ResponderExcluir
  4. MARAVILHOSO E REFLETIVO TEXTO

    Beijo e uma excelente semana

    http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  5. Cuidar-se no mergulho e também na imersão, refaz na vida a trajetória do que sentimos e do que fazemos com tais sentires.Somos também o que perdemos, como belamente citou a autora e unirmos este pedacinhos ao nosso caleidoscópio pessoal acarretará nela mais cores e suavidade diante dos dias cinzentos.
    Na saudade reside a ternura constante.

    Linda partilha, Verinha.
    Bjinhus e boa semana.
    Calu

    ResponderExcluir
  6. Nas nossas vidas temos dores e cores... As primeiras chegam, as sentimos, sofremos... Pouco a pouco, as cores chegam e nos iluminam as janelas da vida!

    Lindo texto! bjs, chica e linda semana!

    ResponderExcluir
  7. Linda amiga Vera, amei ler aqui, cada qual tem o tempo necessário para viver a dor, é preciso que seja assim, viver, amar, "deixar ir" os que precisam "ir".
    Abraços linda amiga, que bom que entendes isso e estás reagindo, voltando à sua própria vida!

    ResponderExcluir
  8. Ah, sobre o texto de Hilda Luca, muito bom, sempre quando precisamos encontramos textos que nos dizem o que precisamos!
    Amei ler!

    ResponderExcluir
  9. Muitas vezes, o difícil, é ter paciência para esperar a dor passar, pois o tempo nos parece longo demais.
    Bjux

    ResponderExcluir
  10. Oi Vera!

    A cada dia é um renascer em que tudo pode ser diferente e nada como um dia após o outro, o tempo realmente cura ou ameniza o que incomoda. Também depende muito da forma de ver e lidar com todas as situações. O importante é sempre estar pronta para superar as coisas ruins e fortalecer os momentos positivos! Que seu setembro seja repleto de alegrias para ficar para trás os momentos difíceis! Um ótima semana! :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. A dor realmente é indizível, só a conhece bem quem a sente/iu. Mesmo assim, um dia vai embora e nem parece que esteve ali, outras vezes deixa marcas, saudades, um certo costume...um querer.
    Abraços moça!

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde querida... a dor se faz presente somente quando temos algo em nós para libertarmos.. ela leva consigo.. se focarmos em alegrias.. sublimamos qualquer tipo da mesma que se origina sem entenrmos muitas vezes.. beijos e até sempre

    Lapidando Versos

    ResponderExcluir
  13. As dores, um bom tema, mas apesar de tudo, coisa rara, mais de cinquenta anos, depois dos exercícios militares, tenho sido imune a dores físicas, em todos os casos. Mas há quem só se sinta bem, acompanhado de alguma dorzita.
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Acabam, Vera. Magnífico, este texto que nos ofereces! Obrigado, amiga; boa semana.

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde Vera...
    Fiquei aqui lembrando... qndo minha mãe faleceu, eu senti a maior, a mais profunda e mais cruel dor da minha vida... E quando alguém vinha com essas frases feitas de "vai passar", "tudo passa", "dá tempo ao tempo", a minha vontade era de gritar, berrar, e até bater, porque parecia que a pessoa não estava entendendo... Por isso nunca pronuncio essas frases para ninguém, apesar de hoje saber que são verdadeira, apenas ditas na hora errada <3

    Uma semana linda, abençoada e feliz para vc minha amiga querida <3

    Nanda

    ResponderExcluir
  16. Concordo na íntegra. Magnifico o texto que me deu um gosto enorme ler...

    Deixo cumprimentos.

    Querendo, visite(m) - me...

    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  17. Assim é a dor!...Sofremos , achamos que não tem fim, e um dia olhamos para traz e verificamos que foi embora, ficando apenas, algumas cicatrizes que nos lembram o que passou e que mais fortes ficamos
    Um abraço, Élys..

    ResponderExcluir
  18. Somos o que perdemos, e o que ganhamos nessa convivência com os outros. O sofrimento é algo de tão emotivo que achamos que irá durar para sempre, no entanto embora a dor desapareça, ficará para sempre dela o rasto, e esse poderá ser mais ou menos indelével. A dor faz-nos contudo ser mais fortes em relação a futuras dores.
    Um texto muito bonito, Vera Lúcia!
    Uma bela semana para ti, mesmo com esse rasto de dor.
    xx

    ResponderExcluir
  19. Hi Vera,
    very beautifully written, great text.
    Greetings.

    ResponderExcluir
  20. Talvez esse texto não pretendesse ser um elixir contra a dor, mas faz pensarmos a respeito de um jeito tão sensato que acaba soprando algumas feridas.

    Gostei muito, Lúcia.

    ps.: com todo respeito, tua foto nova no perfil está fabulosa.

    ResponderExcluir
  21. Olá Vera!

    Texto maravilhoso, em que o mesmo a dor um dia se esvai. Um dia obtemos coisas que não doem, outros a dor vem de formas variadas. Depende como a vimos, fazer de tudo para combatê-las.
    Beijos e Boa Semana.Nati

    ResponderExcluir
  22. É tudo uma questão de tempo e saber esperar ... tudo vai passar.

    ELDRIDGE'S CREEK
    http://eldridgecreek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. É um teto que devemos debruçar e absorver e fixar lá no âmago do nosso ego!
    Ps. Compartilhei no Feed Turbo, OK!
    Abraço

    ResponderExcluir
  24. Querida Vera, boa noite

    Você nem imagina o quanto eu precisava ler esse texto... Sei que também experimenta essa dor ( recente) que é como a minha.
    Mas todo mundo diz a mesma coisa, que um dia essa dor vai passar... Esperemos, porque ela não nos abandona e esse texto desenha exatamente o que ela faz conosco... Presente todos os dias, aonde quer que estejamos.

    Beijo de afeto pra ti amiga linda e fique com Deus
    Lu C.

    ResponderExcluir
  25. Nós somos o que perdemos.
    Está definido Vera.
    Lindo texto.
    Uma linda semana sem as dores.
    Meu carinhoso abraço amiga.
    Beijo de paz

    ResponderExcluir
  26. Esse texto é muito importante e serve pra todos os momentos, Vera. Faz uma boa reflexão e é forte isso de "fazer as pazes com a dor". Faz pensar. Achei a escolha sua mais do que acertada. Perfeito. Boa semana. abçs.

    ResponderExcluir
  27. Boa tarde Verinha...
    Sempre que faço alguma coisa que sei que você gosta, na mesma hora lembro de vc... Ontem foi um bolinho de banana e granola integral... e domingo foi a cocada... pq sei que vc gosta de coco <3
    Viu, a gnt não se conhece pessoalmente mais já se conhece bastante #adoro

    Hj li essa matéria e lembrei do seu blog: http://super.abril.com.br/blogs/cienciamaluca/refletir-sobre-a-morte-faz-bem-para-a-vida/?utm_source=redesabril_jovem&utm_medium=facebook&utm_campaign=redesabril_super

    Beijãoooo, boa tarde pra vc!

    ResponderExcluir
  28. Cuidado, a dor é aderente...
    Um magnífico texto, para ler e reler.
    Boa semana, querida amiga Vera Lúcia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  29. Não devemos alimentar a dor. Ela é forte hoje, mas, terá passado amanhã, dando lugar a outra dor...O aprendizado nunca acaba.
    Beijos, querida Vera Lúcia!!!

    ResponderExcluir
  30. Toda e qualquer ruptura nos causa dor. Em se tratando de perdas, a dor vem com atenuantes. O melhor antídoto que conheço contra qualquer dor, é o que eu chamo de vida. São dois gigantes duelando todos os dias, morte e vida. O tempo é o encarregado de apaziguar nossas inquietudes diante das perdas, nos faz compreender e nos devolve a paz e a tranquilidade.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  31. É a lei das compensações, a dor e o prazer andam juntos, o sorriso e a lágrima também, e por aí vai. Tudo tem um começo e um fim. Um texto muito bom para refletir. Obrigada, querida Vera!Bjsss

    ResponderExcluir
  32. Muitas vezes as dores vem sem esperar, mais elas tem um fim só precisamos acreditar Vera beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderExcluir
  33. Olá Vera Lucia!
    Com muita satisfação, comunico que realizarei o 2° Prosas Poéticas – veja notícia no blog e saiba do regulamento. Desnecessário seria dizer que a vossa participação é motivo de muita honra.
    Deixando o meu abraço, enfatizo que lhe espero para engrandecer o evento com uma das suas magníficas criações poéticas.
    Antecipadamente, lhe sou grato!

    ResponderExcluir
  34. Oi amiga Vera, que mensagem linda!
    Tudo é possível quando Deus está conosco!
    Beijos e tenha uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  35. Lindas letras Saludos
    http://creatividadeimaginacinfotosdejosramn.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir
  36. UN MENSAJE SIGNIFICATIVO. GRACIAS POR COMPARTIR.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  37. Boa tarde Verinha!!
    Fiquei toda boba com seu comentário no look... <3
    Quando estou nesses dias tb me reservo... Fico com meus pensamentos...

    Um grande beijoo.

    Nanda

    ResponderExcluir
  38. Oi Vera,
    Muito linda sua nova foto do perfil :)
    Quanto ao post:
    Quando a dor é muito recente,
    as palavras do texto, podem até soar como insensíveis,
    porém querendo ou não, são verdadeiras...
    Bjs!

    P.S.:Estou devagar com as publicações,
    parece que eu perdi um pouco o entusiasmo,
    (mas espero recuperá-lo!).
    Conforme o tempo permite,
    espio o que anda acontecendo na blogosfera!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clau,
      Como entendo você!
      O mesmo aconteceu comigo e ainda não recuperei o pique. Estou me esforçando para blogar para não correr o risco de me afastar da blogosfera, O tempo todo fico com as imagens de minha mãe e da minha cunhada na mente. Agarrei-me ao jogo de candy crush para não pensar. Já estou bem melhor e acredito que o mesmo irá acontecer com você. Fique firme!
      Beijo.

      Excluir
  39. oi Verinha

    Linda sua foto do perfil.
    A dor de uma perda, dói na alma. Se perdemos para morte ela parece pesar a vida toda.
    Se perdemos para a vida, ficamos buscando razões e soluções.
    Ninguém gosta de perder, ninguém nasceu para perder, essa é uma das maiores frustrações dos seres humanos.

    bjokas com carinho =)

    ResponderExcluir
  40. OI VERINHA
    Amei a foto ficou show de bola.A dor de uma perda só Deus pode nós confortar.Muito lindo o texto.Boa noite!
    "Tem gente que Deus coloca na nossa vida só pra nos dar paz. Que nos empurra pro melhor de nós, que nos guia pro caminho do bem.
    Gente que é sorriso em dia feio, que é suporte quando parece faltar chão.
    Tem gente que pensa e repensa jeitos de nos fazer bem, que se preocupa e demonstra. Gente que é abraço, mesmo de longe, e a certeza que tudo vai dar certo.
    Que empresta coração pra gente morar, que planta pensamentos bonitos nos dias da gente.
    E reforça nossa fé no ser humano!
    Gente que merece o que de mais bonito a vida tem a oferecer...
    A esse tipo de gente: amor, oração e gratidão eterna."
    (Karla Tabalipa)
    Feliz começo de semana
    . Um bj
    Ana

    ResponderExcluir
  41. Gostei do Blog. Veja :"Dizem todas as religiões e filosofias que prestamos conta dos nossos atos, portanto, cuide mais de seu universo." https://www.youtube.com/watch?v=S9n-_a61aJE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Vi o vídeo indicado por você.
      Tentei retribuir a visita, mas não encontrei o seu link.
      Obrigada por ter marcado sua presença por aqui.
      Abraço.

      Excluir
  42. Vera, boa noite!
    Como vai querida?
    A dor da perda está se amenizando ou ainda está forte e pulsante?
    Nem o tempo pode dar conta de tudo isso...

    Realmente é muito difícil fazer um diagnóstico da dor: ela fere, se arrasta dentro da gente em determinados momentos... É muito difícil escapar dela, pois nos acompanha a passos largos...
    Como foi bem explicitado no texto, muitos emitem palavras de consolo, de que tudo passa, amanhã é outro dia, mas sabemos que a coisa não funciona muito bem assim...
    Quem sente a dor sabe o quanto ela é devastadora e corrosiva.
    E o melhor momento é quando finalmente a aceitamos, pois sabemos intimamente que teremos que conviver com ela...
    Mas como todas as feridas, as dores também cicatrizam e deixam apenas as marcas, para nunca nos deixar esquecer que elas existiram!

    Obrigada pela partilha de tão bela mensagem Vera!
    Aproveito para exaltar também a sua nova foto do perfil!
    Está tão bonita e cheia de vida! Linda, linda!!!!
    Beijinhos e desejos de uma semana maravilhosa!!

    ResponderExcluir
  43. Boa noite, Vera. Como é ruim sentir dor, a que nos maltrata, aprisiona e nos faz infelizes.
    Pouco a porco sei que elas irão partir e ficará a lembrança do que foi bom, contudo, este é um processo que não ocorre de uma hora para outra.
    Sou da opinião de que se a dor vier, devemos vivê-la.
    Tenha uma semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  44. correção: pouco a pouco

    obs: ficou mais linda com este novo look.

    ResponderExcluir

  45. "Um dia você sente preguiça de sofrer e tem vontade de alongar a alma e estende-la ao sol." Muito linda e poética esta frase. . A dor cada um sente a sua e nada se compara a ela até mesmo quando pelo mesmo motivo alguém venha sofrer também, mas a vida... - Ah! é essa imensidão de vida que vai nos envolvendo
    à viver também.
    Muito boa reflexão.
    bjs.

    ResponderExcluir
  46. Desculpa a demora querida, estava numa fase ruim mas pretendo perseverar no blog.
    Lindo texto, sobre a dor, gostaria que as minhas sumissem, beijos

    ResponderExcluir
  47. Bom dia Vera!!!
    Na minha família aconteceu diferente... A família da minha mãe simplesmente esqueceu da gente... Nunca nem ligaram para saber se estávamos vivos...
    Mas mesmo assim aprendi tantas coisas... tantas lições!

    Beijos, final de semana bem lindo para vc!

    Nanda

    ResponderExcluir
  48. Concordo consigo.
    Somos muito do que perdemos.
    Saudações poéticas!

    ResponderExcluir
  49. Hi Vera,
    I wish you a nice weekend.
    Greetings and hugs.

    ResponderExcluir
  50. Bom dia, Vera!!!!

    Saudades!!!!!!! Que texto lindo e verdadeiro!!! E que bom que seja assim, né?!
    Tudo passa. Até a dor, as magoas...é só deixar ir. Existem tantas coisas lindas e maravilhosas no mundo!
    Para que vamos nos fixar só no que está errado e ruim?!

    **Que foto mais linda!!!!Toda produzida!!! Um arraso!!!
    Beijos e meu carinho!!!!!!!

    ResponderExcluir
  51. Olá, Vera.

    Em Sampa, tempo de sol e vento, tudo junto e misturado. Estamos na Primavera. Dias claros, mais curtos. Ainda, assim, venho te desejar um bom tempo de Paz e Alegria. Até porque, todo mundo quer um dia de sábado, para zoar. Abraços.

    ResponderExcluir
  52. Minha amiga, vc tem um gosto maravilhoso para esses textos!
    Não me lembro de ter visto nenhum texto ruim aqui.

    Tenha um final de semana iluminado!

    ResponderExcluir
  53. Oi amiga Vera Lucia !
    Texto e lindo e provoca reflexao.
    Muito bom Foto.
    Belo fim de semana !!! :)

    - GLUOSNIS -

    ResponderExcluir
  54. A vida é uma luta para que
    eu viva com coragem e consciência de minhas limitações,
    é preciso ter coragem para ser feliz!
    Não é nada fácil termos a coragem de nos atirarmos na luta
    todos os dias para tanto é preciso ter fé e esperança.
    A vida é um caminho a ser percorrido
    infinitamente único e sem atalhos.
    Quantos encontros e desencontros
    vivenciamos beleza risos ,
    mais também temos dificuldades.
    Um pensamento te deixo
    desejando um abençoado final de semana.
    beijos meus.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  55. Olá, Vera, como vai?
    Ótimo texto. No ápice da dor temos mesmo a sensação de que ela nunca partirá. Mais jovem, sofri muito com a ausência dessa perspectiva, hoje procuro manter a tranquilidade e a paciência. Assim como esa necessidade de deixar a dor partir, quando for sua hora... alguns se apegam à ela como se fosse algo físico, a companhia que merecem, e temem aquele pequeno vácuo que se faz necessário antes da chegada das alegrias. Um abraço!

    ResponderExcluir
  56. É verdade .Um dia as dores passam e tudo acaba bem.

    ResponderExcluir
  57. Graças a Deus o Tempo é tudo aquilo que dizem mesmo. Cura feridas eu não conseguimos curar com remédio algum.

    Beijos e espero que fique sempre bem! :)

    ResponderExcluir
  58. Li um seu comentário num Blogue (Vívian), gostei e fiquei curioso.
    Vim espreitar e, confesso, valeu a pena. Adorei os seus escritos, simples mas de grande intensidade.
    Vou voltar até que me seja permitido. Um abraço.

    ResponderExcluir
  59. Só agora li o outro comentário sobre a deprê e volto para agrader do fundo do coração pela força, és um anjinho não somente linda por fora mas por dentro. Acho difícil pois vem desde a infância mas sempre descubro algo novo para melhorar, a lista é enorme.

    Fique bem querida, ganhaste uma amiga viu?

    ResponderExcluir
  60. Eu acho que não existe outra opção melhor que aceitar nossas próprias dores.

    ELDRIDGE'S CREEK
    http://eldridgecreek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  61. Um belo texto eu ainda estou bem
    triste o tempo passa e a dor fica com o uma ferida
    passa....a gente se acostuma sem...mas a cicatriz é pre
    sempre..gostei e vc está muito linda bjussss

    Bom final de tarde
    Rita

    ResponderExcluir
  62. Um belo texto, uma resposta única. A dor por muitas vezes vem soberana; nos pisa, destrói; faz parecer que não vai embora, principalmente quando vem acompanhada da ingratidão, da traição, da decepção, mas na verdade ela vem para nos fortalecer; vem pare dizer "levante-se, erga a cabeça; eu sei fazer doer, mas você é mais forte" e isso faz com a lição seja aprendida e as dores da vida superadas.

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...