Bloqueador de Selecao

quinta-feira, 23 de maio de 2013

AMAR E SOFRER.




                 Amar e Sofrer parecem coisas tão próximas que até o significado da 
                        palavra paixão tem seu entendimento perdido entre as duas.


O INIMIGO MAIOR do amor não é o ódio. O que mais o polui, inviabiliza, neutraliza e frustra é tudo aquilo que apenas parece amor. Por quê? Porque obscurece, ilude e cega a visão; e a pessoa se engana pensando que ama e, em verdade, somente deseja, se apega, se distrai com a curtição sensual, se contorce em tormentosas crises de ciúmes, se debate aflita no visgo da paixão.

Desejo de conquistar o outro, apego a ele se já o possui, interesse no que o outro tem ou representa ser, tensão erótica nutrida pelas formas sedutoras do outro… tudo isto parece tanto com amor que a pessoa, carente de discernimento, mergulha no torvelinho emocional, do qual dificilmente consegue escapar. Cuidado com aquilo que tão-somente imita o amor e se faz passar por amor.

Uma jovem, companheira de peregrinação no Sivananda Ashram, pergunta ao Swami Krishnananda: “Por que todas as vezes que eu amo acabo colhendo sofrimento?” A resposta do yogui foi pronta e certeira: “Se há sofrimento, não há amor.”

O sofrimento é uma inevitável consequência de tudo que simplesmente se assemelha ao amor; não consequência do verdadeiro Amor.

O que se tem denominado amor não passa de amor-próprio, a experiência evidencia: é fonte de dramas dolorosos. O Amor, ao contrário, é a própria felicidade. É meta sublime a ser alcançada. Como? Mediante a redução gradativa do ego, ou seja, pela humildação, que minimiza a febre do amor-próprio.


(Hermógenes, O Essencial da Vida, p. 229).


Nota: Humildação é a diminuição do ego, isto é, afastar-se do egoísmo e responsabilizar-se pelo bem estar das demais pessoas. Humildação é um conceito mais comum nas religiões transcendentais de cunho meditacionais, como por exemplo a yoga.


54 comentários:

  1. Vera Lúcia,

    Quando venho aqui, absorvo um pouco mais de sabedoria. Por que essa associação tão comum do amor ao sofrimento?! Você explica perfeitamente bem, através do texto escolhido: não há amor de fato nessa relação que machuca, e sim um ego ferido, um orgulho ou até mesmo o egoísmo disfarçado de amor, mas que não passa de efêmera paixão. Amor é a própria felicidade, perfeito!

    Beijos pra você, com carinho.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom estar por aqui..
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Vera,

    É difícil entender como sofrer por amor, já que é um sentimento tão lindo.
    Lendo esse texto, eu pude entender melhor.
    Um lindo dia! Beijos

    ResponderExcluir
  4. oi Verinha,

    concordo quando escreve,
    que o amor é a própria felicidade,
    se for diferente não é amor...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Como disse Hermógenes, o amor verdadeiro, difícil de ser encontrado, é meta a ser "alcançada". Querida Vera Lúcia, um beijo e Paz Profunda!

    ResponderExcluir
  6. VERA LUCIA,

    que texto magistral e parabéns pela escolha.

    Temos postagem nova no "FALANDO SÉRIO" e gostaria de ver por lá seu comentário.

    são com eles que eu me reciclo.

    Posso esperar?

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  7. Escolha perfeita querida Vera!
    Parabéns querida, hoje em dia fala-se tanto em amor não é, e Hermógenes sabe do que fala.
    Grande beijo em seu coração.

    ResponderExcluir
  8. Olá Vera
    Excelente texto. Muitas vezes acreditamos amar, mas na verdade estamos apenas envolvidos com alguém para satisfazer nosso ego.
    Bjux

    ResponderExcluir
  9. Concordo com Krishnananda.
    Quando fico refletindo no que Cristo fez, sei que ali houve muito amor, porque ele além de saber tudinho que iria passar por nós, o seu sofrimento ficou pequeno porque ele amava.

    Sorriso lindo vim rapidinho, só te deixar um beijinho. Olha só! E rimou rsrsrsr

    ResponderExcluir
  10. Oi Vera,
    Um ótimo texto.
    Conhece um livro chamado AMOR/Leo Buscaglia?
    Está sempre classificado como auto-ajuda, mas acho que é uma literatura para todos!
    É verídico, ele resolveu abrir uma disciplina na faculdade, chamada 'amor'.
    O livro é ótimo, e já li todos os outros!
    Gosto muito do 'A Ponte para o sempre' também.
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Verinha,

    A indiferença é o pior inimigo, ela maltrata e tira, algumas pessoas, da razão. Talvez seja um motivo para desencadear uma atitude de possessão.

    Bom texto!

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Quem nunca sofreu por amor?
    Big Beijos
    Lulu
    http://luluonthesky.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Vera,
    e muito comum confundir o amor propio com amor, sim. Al paso del tempo veo tudo mais claro... se sofremos, nao e amor.. e muito bom saber-lo.
    Abraco grande.

    ResponderExcluir
  14. Tai, gostei dessa palavra "humildação", seu significado alcança profundidades dentro de nós.

    Abç, Lúcia!

    ResponderExcluir
  15. Quando colocamos nosso bem estar acima de tudo, impossível vivenciar o amor em sua plenitude. Qualquer coisa que não aconteça em conformidade com nossas expectativas trará sofrimento. Uma dor provocada pelo egoismo. Mas é impossível generalizar porque no campo do amor há muitas perguntas e poucas respostas, variáveis de indivíduo para indivíduo, cada qual com sua enorme carga de experiências (ou não). Bjs.

    ResponderExcluir
  16. Na verdade, como diz o ditado popular "é dar sem esperar receber". O amor é puro, não espera nada e quando isso acontece o sentimento de realização é pleno e realmente, não há sofrimento.
    Boa postagem!!!
    Abração.

    ResponderExcluir
  17. Querida amiga
    Vim para lhe dizer que não me esqueci de ti, nem deste lindo cantinho, peço desculpas pelo meu silencio, mas tem sido por conta da vida, que em certas vezes nos pede um pouquinho de tempo para ela mesma. Vida que apesar de nos trazeres muitos desafios a desvendar, nos trazes a serenidade de te viver com muita alegria, paz e amor.
    Peço desculpas pelo recadinho montadinho, eu queria muito passar pelo seu cantinho para e ficar por mais tempinho e desfrutar do aroma deste lindo lugar, pode demorar um pouquinho, mas voltarei.
    Tenha uma linda tarde coberta de muita paz e Amor!
    Com carinho
    Abraço amigo
    Querida amiga se poder venha conhecer o meu site. http://www.mariaalicecerqueira.com.br/
    O meu muito Obrigado de todo o meu coração. Que Deus os abençoe!

    ResponderExcluir
  18. Olá Vera \o/
    Interessante esse texto...
    Há quem diga que não há amor sem sofrimento,
    mas eu discordo.
    'Se há sofrimento, não há amor.'
    Bjs!

    ResponderExcluir
  19. "se há sofrimento não há amor"...
    frase tão boa que pode ser aplicada em outras situações,como "se há doença não há amor",enfim é uma profunda verdade!!!

    ResponderExcluir
  20. El romantisismo siempre será un fiel compañero dfe los enamorados

    ResponderExcluir
  21. Nossa, que bonito isso.
    Acredito que o ser humano ainda precisa evoluir muito pra entender e praticar o verdadeiro amor. E esse amor-felicidade se aproxima, talvez, do amor materno.

    Um beijo, Vera.

    ResponderExcluir
  22. Boa noite minha menina do sorriso aberto !
    A Vida Tem Quatro Sentidos:
    Amar,Sofrer,Lutar e vencer...
    Por isso temos que amar muito,sofrer pouco lutar bastante
    para vencer sempre...
    bjsssssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  23. Oii Vera, alguns "amores" nada mais são que uma dependência do outro, do que se tem através dele, chega em um ponto que não se sabe mais se o que existe é o amor ou ou costume, vejo algumas amigas nesta situação e acho muito triste por que a vida é breve! Bjoooss

    ResponderExcluir
  24. O texto tocou meu espírito...
    O amor é suave, compassivo e terno. Enquanto busco o amor divino, vou aprendendo as variadas formas e exercitá-lo.
    Beijo, querida!
    Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  25. Oi, Vera. Boa noite amiga! Adorei o novo perfil e o novo visual do blog. Gostei muito do texto! Um grande aprendizado. Gostei também de conhecer a palavra humildação... Obrigada pelo carinho! Amor e sofrimento faz parte da nossa evolução. Estamos ainda em processo de aprendizado no que se relaciona o amor verdadeiro! Bjos Flor. Adoro vc!!

    ResponderExcluir
  26. Belissimo texto! Partilho exactamente dos mesmos pontos de vista. Sem esquecer que seja qual for a forma como abordamos o tema, é indeclinável a ideia de que AMOR é cumplicidade e partilha. Sem isso, nenhuma relação amorosa resiste!...

    Beijos, Vera Lúcia. É sempre um grato prazer falar contigo!
    AL

    ResponderExcluir
  27. Bom dia,Vera!!

    Concordo com cada palavra deste texto!!
    E não é só o amor entre homem e mulher que é assim.
    Muitos não sabem amar.Confundem o apego, o sentimento de posse com amor. E vemos em vários tipos de relacionamentos...de algumas mães, irmãos, amigos,etc...
    Melhor refletir...porque se há sofrimento não há amor!

    *Minha amiga, sempre com uma partilha que acrescenta, com profundidade!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Vera! que divina estas nesta fotografia, sempre elegante, marchosa e chic, gosta-me muito.
    Beijos, bom final de semaana.

    ResponderExcluir
  29. Boa tarde Vera.
    Que meditação mais linda e verdadeira. Amor é algo sublime, leve, tranquilo...

    Vera, que linda sua foto do perfil. Amei ;)

    Sobre os meus cabelos (que ando chamando de crinas hehe) estou me acostumando, mas ainda não adoro sabe? Ando hidratando muito, pq ficou extremamente ressecado, mas aos poucos vou me acostumar de verdade. Ando com tanto medo de voltar no salão, que estou pensando em deixar crescer assim, para não estragar o resto :(

    Beijinhos e um abraço apertado. Ótimo final de semana para vc e sua família.

    ResponderExcluir
  30. Uma excelente reflexão, Vera. O amor é benigno. Não maltrata.O bom é não confundirmos amor com paixão.
    Abração.

    ResponderExcluir
  31. Verinha,
    Hoje falei pra minha filha essa frase "se há sofrimento, não é amor, pois o amor alicerça na confiança, amizade, respeito e partilhamento." Vou dar esse texto pra ela ler e gostei da palavra nova "humildação".
    Voltando devagarzinho, mas voltando. Saudades de você.
    bjkas doces e um bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  32. Creio que o amor verdadeiro não causa sofrimentos...O que nos faz sofrer é a paixão!
    Um grande abraço e excelente fim de semana!
    Bjusssssssss

    ResponderExcluir
  33. Oi Verinha,

    Tudo bem amiga querida? por aqui ainda viajando direto a trabalho e por isso com pouco tempo para visitá-la, amo esse espaço.

    Tenho dúvida nessa questão, tipo se há sofrimento não há amor. Penso no amor não correspondido, aquele que sangra de forma incondicional. Então esse amor uno pode trazer sofrimento, embora seja uma questão de carma também.

    Estarei na próxima semana na sua Minas Gerais em uma cidade chamada Coronel..., perto de Ipatinga. Amo Minas! Amo as amigas mineiras!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  34. Se há sofrimento, não há amor...
    Acho certíssima essa frase, embora muitas vezes nos deixamos sofrer.
    Muito bom Vera. Beijos com carinho!!

    ResponderExcluir
  35. Que ótimo texto, Vera. O amor é tão complexo que muitas vezes ele vem acompanhado de outros sentimentos nada bons. E o sofrimento é um deles. Mas realmente é para refletir: se há sofrimento é porque não há mais amor. Beijos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  36. Que nao se confunda jamais o egoismo, que tem origem no odio, com o amor proprio, amor pelo que ha de humano em si mesmo, pré-condiçao indispensavel para o amor ao proximo, ao amor pela familia, ao amor pela humanidade, ao amor de uma mulher, ao amor pela vida e ao amor pela natureza. Quem nao se ama, nao pode amar ninguem, pois nao é amor o amor que se humilha, mas, sim, o amor que se julga digno de ser correspondido. O amor que se sente menor e humilhado nao tem valor para o ser amado e ja nasce quase traido. Beijo
    ps: desculpa a falta de acentos, é o teclado italiano (rs), mas acho que deu para entender, né?

    ResponderExcluir
  37. Boa tarde !!!
    Bom sábado ......
    Vim deixar um abraço, que seu final de semana seja cheio de paz.
    Tem sempre um post valioso, que adoro, o que é muito bonito

    -Uma frase.-

    Um amigo me chamou pra cuidar da dor dele, guardei a minha no bolso. E fui.

    Clarice Lispector

    Abraços
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  38. Falar de amor é sempre "preciso já o ter vivido" e este texto demonstra-o.
    Gostei.
    Bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde, Vera. Muito lindo o texto, mas então quando saber quando é amor? Quando não se sofre, chora, etc?
    Não sei bem.
    Acho que tudo é uma mistura bem complexa.
    Talvez o que começou com amor puro pode se transformar nesse desespero citado no texto, levando ao caos e à tristeza, aos sentimentos cíclicos!
    Delicado demais isso!
    Beijo grande e excelente fim de semana!

    ResponderExcluir
  40. o amor não é posse é dadiva pura que tudo dá sem nada pedir
    beijinhos

    ResponderExcluir
  41. Bonita a passagem de Hermógenes!
    aguardando sua visita...
    bjs Sandra
    www.projetandopessoas.com.br
    http://www.facebook.com/projetandopessoas
    @Projetapessoas

    ResponderExcluir
  42. Verinha!
    Agradeço tuas visitas e tua generosidade em compreender minha ausência. Estou correndo para colocar em dia as minhas visitas.
    Nossos sentimentos são tão complexos que fica bem difícil poder defini-los sem correr o risco de errar. Cada um entende do seu jeito e pelas suas vivências.
    Beijocas e um excelente fim de semana!

    ResponderExcluir
  43. Um jeito muito bonito de expor esse amor romântico. Essa hegemonia que se espera, afastando as heresias cardíacas que sempre propõem, derrubar essas barreiras do ego. isso sim é amor!


    diademegalomania.blogspot.com
    te aguardo la ^.^

    ResponderExcluir
  44. "se há sofrimento não há amor", amei esta frase amiga, é extremamente verdadeira, as pessoas andam confundindo demais os sentimentos, hj em dia tudo é amor e por conta disso muitos culpam o amor por suas desilusões.. uma pena.. amei tua escolha de texto.. beijos mil e ótima semana..

    ResponderExcluir
  45. Entendo que o sofrimento também faz parte do amor, existe sofrimento quando se luta ingloriamente pelo amor.

    ag

    ResponderExcluir
  46. Vim agradecer o carinho por lá! Valeu e estamos aqui na curtição! beijos,chica

    ResponderExcluir
  47. Faz parte da vida:amar e sofrer" Só precisamos de sabedoria para viver as circunstâncias que surgem. Bjss

    ResponderExcluir
  48. Olá querida Vera Lucia, boa noite!!

    Que bela e oportuna consideração sobre o Amor.

    Quanta confusão existe em torno desse sentimento, por muitos que ainda o desconhecem.

    O Amor é a força que equilibra o Universo e todos os seres, e proporciona paz, serenidade, harmonia em quem o cultiva.

    Gostei muito!

    Feliz nova semana pra todos nós, querida!

    Bjos da Lu...

    ResponderExcluir
  49. O amor com vem sempre com estas inquietações, que faz do sentimento o mais desejado da especie humana.
    O texto é um poço de sabedoria belamente compartilhado Vera.
    Carinhoso abraço amiga.

    ResponderExcluir
  50. Vera
    Outro texto reflexivo.
    O verdadeiro amor é eterno é maduror e a paixão é momentânea, é ilusão.

    Adorei.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  51. Olá!Bom dia
    Querida Vera
    Passei aqui só para ler suas postagens e agradecer pelas palavras carinhosas e preocupação comigo ... obrigado , de coração !
    (Pensando em postar no meu blog somente para desanuviar a minha mente/sair do foco)
    Bom feriado
    Beijos

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...