Bloqueador de Selecao

quinta-feira, 2 de junho de 2011

O AMOR VERSUS A RAZÃO.

 

    A  MENTE  HUMANA  É  COMO  O  PÊNDULO DE UM RELÓGIO QUE
    FLUTUA ENTRE A RAZÃO E A EMOÇÃO.
    NOSSA CAPACIDADE DE TOLERAR, SOLIDARIZAR-NOS, DOAR-NOS,
    DIVERTIR, CRIAR, INTUIR, SONHAR É UMA DAS MARAVILHAS QUE
    SURGEM DESSE COMPLEXO MOVIMENTO. O AMOR É SEU MELHOR
    FRUTO.

    SE  FORMOS  MINIMAMENTE  RACIONAIS  E  EXCESSIVAMENTE
    EMOCIONAIS, VIVEREMOS  INÚMERAS  "DORES DE CABEÇA", 
    CONSTRUIREMOS NOSSOS PRÓPRIOS CONFLITOS.
    SENTIREMOS  MEDO DIANTE DE PEQUENAS COISAS,  ANSIEDADE
    POR  FATOS  QUE  AINDA NÃO  ACONTECERAM,  PERTURBAÇÕES
    POR  FANTASIAS  ESTÚPIDAS,  ANGÚSTIA  PELAS  CRÍTICAS   E 
    OPINIÕES ALHEIAS .

    O AMOR SERÁ DESINTELIGENTE, UMA PAIXÃO DOENTIA : 
    INTENSO, MAS AGRESSIVO;  FORTE, MAS CONTROLADOR:
    DOADOR, MAS COBRADOR. 
    O AMOR DESINTELIGENTE É DESFOCADO,  REDUZ  A CAPACIDADE 
    DE FAZER ESCOLHAS E RETRAI A ARTE DE APRENDER.



    


     POR OUTRO LADO, SE FORMOS MINIMAMENTE EMOCIONAIS   E
     EXCESSIVAMENTE   RACIONAIS,   AMAREMOS  POUCO,   NOS 
     ENTREGAREMOS PRECARIAMENTE E SONHAREMOS ESCASSAMENTE.
     SEREMOS SEM BRILHO, AINDA QUE SOB OS APLAUSOS SOCIAIS ;
     AINDA QUE COM ELEVADAS SOMAS DE DINHEIRO;  IMATUROS  ,
     AINDA QUE COM NOTÁVEL CULTURA ACADÊMICA.

     OS  QUE  PAUTAM  SUA  AGENDA  QUASE SOMENTE  PELA RAZÃO
     CHAFURDAM NA LAMA DO TÉDIO,  NÃO CONQUISTAM,  SÃO
     PREVISÍVEIS, ENGESSADOS, SEM CRIATIVIDADE. NÃO ENCANTAM
     A SI NEM AOS OUTROS.

     O  AMOR PRECISA DE DOSES ELEVADAS DE EMOÇÃO,  MAS  SEM
     DISPENSAR DOSES SERENAS DE RAZÃO. TEM DE CORRER RISCOS,
     MAS SEM ABRIR MÃO DE PENSAR NAS CONSEQUÊNCIAS.
     NECESSITA DA ENTREGA, PORÉM SEM ESPERAR DEMASIADAMENTE
     O RETORNO.

     O  AMOR  SEM OS ALICERCES DA RAZÃO GERA SUPERPROTEÇÃO.
     E A SUPERPROTEÇÃO ASFIXIA A CRIATIVIDADE,  BLOQUEIA  A
     CAPACIDADE  DE  LIDAR  COM  DESAFIOS,  APRISIONA  A
     DETERMINAÇÃO.

     (Augusto Cury).

30 comentários:

  1. Vera, no fim o que temos que ter o tal do equilíbrio entre razão e emoção, hj em dia ser 8 ou 80 num está com nada, temos que ser um meio termo.

    Tenha uma quarta muitíssimo iluminada, bjokitas com carinho pra ti. Te adoro!!
    ;)

    ResponderExcluir
  2. Nossa, parabéns pelo Blog, realmente incrível, textos bem escritos, agradáveis, sinceros, simplesmente encantadores.
    Estou a seguir-te
    Quando puder, passa lá no meu também

    http://essenciaego.blogspot.com/

    Abraço apertado!

    ResponderExcluir
  3. Querida Vera..
    Acho que a chave esta no equilibrio. As pessoas andam muito carentes hoje em dia. Colocam muito peso no amor romantico, onde acabam se decepcionando.
    A espiritualidade, acalma o coração..e faz com que a gente tenha mais capacidade de discernimento.
    Mas ningém esta imune.
    Mas como eu disse no inicio. Equilibrio sempre!
    Bjkas..
    Ma

    ResponderExcluir
  4. Beeem difícil mesmo!!! Mas acho que se tratando de sentimentos, nunca devemos usar a razão ao pé da letra mesmo, senão começamos a achar problemas e problemas. As vezes é melhor se deixar levar pelos "olhos" do coração!

    Bjoka!!!

    ResponderExcluir
  5. Muito bom seu texto, muitas vezes a razão é o melhor caminho a seguir.Beijos

    ResponderExcluir
  6. Vera,
    Me pergunto se amor e razão um dia andarão juntos...será que andam?
    No fim,o que prevalece é o amor,os que não se limitam e não se prendem ao medo,sempre terá amor demasiadamente.
    Lindo Post viu?
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  7. Como sempre escolheu um ótimo texto, Vera.
    Em tudo na vida, devemos usar o bom senso, amor e razão nas medidas certas. O exagero e o extremismo nunca são bons companheiros.
    Bj.

    ResponderExcluir
  8. Concordo com a Ma em 100%! A espiritualidade acalma o coração e a mente, porque como bem está escrito "“Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas." (Jeremias 17:9)

    Cheguei aqui pelo blog da Meire....

    ResponderExcluir
  9. Oi querida !!
    ...O AMOR PRECISA DE DOSES ELEVADAS DE EMOÇÃO, MAS SEM DISPENSAR DOSES SERENAS DE RAZÃO....
    Simplesmente verdade... e lindo...
    Vc sabe que tenho uma pasta sua no meu note? Guardo tudo para poder ler sempre ...
    Aqui é lindo !!
    Um super beijo e ótima quinta pra ti...

    ResponderExcluir
  10. Eu ja experimentei os dois lados da moeda até aprender a ser mais ponderada e hj usando um poquinho de cada tô tentando acertar...Bjks♥

    ResponderExcluir
  11. É Vera, o amor tem dois lados igual moeda. Cara e coroa e quando jogamos com ele acabamos como o descrito no texto.
    O certo é pesar igualmente os lados pra que o amor possa ter liberdade, todavia, sem se sentir abandonado.
    Amei o texto.
    Um bom dia pra você querida.

    ResponderExcluir
  12. Belíssima postagem, Vera!

    Pra tudo na vida há um equilíbrio... resta-nos buscá-lo.

    Beijão, querida!

    ResponderExcluir
  13. Olá Vera

    O equilíbrio é sempre a melhor solução.

    Ótima 5º feira
    Bjooooooooooo............

    http://amigadamoda.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Oi Vera,
    Nnca li um livro do Augusto Cury, mas tenho lido algumas coisas boas dele aqui na net, como este texto. Acho que vou procurar para ler mais.
    Bjkas e uma 5ª-feira maravilhosa para vc.

    www.gosto-disto.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Vera, adorei o post. Muito bom!
    Abç e boa quinta-feira.

    ResponderExcluir
  16. É tao difícil, mas é preciso aprender a equilibrar.
    Beijos e obrigada por sua visita sempre tao carinhosa!
    Um abraço grande!

    ResponderExcluir
  17. Amor e Razão tem q haver um equilíbrio..rs coisas q aprendemos com o tempo e a vida!!
    Adorei seu blog..começo a t seguir!! Boa quinta!

    ResponderExcluir
  18. O correto seria mesmo o equilíbrio de ambos.. mas querendo ou não, dificilmente existirá quem de fato consiga isso. Vai muito da natureza de cada um.. eu por exemplo sou pura emoção rsrsrs

    Beijocas super em seu coração Vera!

    Verinha

    ResponderExcluir
  19. Bom dia Amiga,
    Quero lhe agradecer a sua linda visita ao meu cantinho, com suas tao doces palavras. Obrigada.
    Lindo e sabio o seu texto.
    O amor é um enigma. Precisamos deserdar este enigma, para buscar o desiquilíbrio emocional. Precisamos Amar incondicionalmente, mas não podemos deixar a razão totalmente de lado, pois é a razão que nos ajuda feriar quando é preciso.
    Com Amor tudo somos e podemos, mas sem o Amor nada somos e nada conseguimos.
    O amor é a fonte de nossa Vida.
    Tenha uma linda tarde coberta de muito amor, regada com pitadas da voz da Razao.

    abraço Amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  20. Querida mala, ops, Vera, seja muito bem vinda!!! Adorei seu senso de humor!!

    Abracao!
    Cris

    ResponderExcluir
  21. oiii Vera tudo bem?? muito bom estar nesse seu cantinho maravilhoso. Ví nesse seu texto que temos que ter um equilíbrio para tudo na vida....investir no amor na vida...mas temos que tomar cuidado pois muitas vezes estamos carentes e misturamos tudinho..
    muitos beijus e uma boa noite
    titi

    ResponderExcluir
  22. Saber equilibrar, ponderar entre os dois,,,Lindo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  23. Boa noite Vera, que belo texto!
    Adorei.
    Hoje em dia é preciso ter equilíbrio, e saber separar cada coisa no seu lugar. Saber manter os pés no chão.
    Seu blog é maravilhoso, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Amor é coraçáo e a razáo é mente, funcionam diferentes, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  25. Como libriana, vivo procurando este equilibrio! rs* Mas, por outro lado, posso dizer que o colorido da vida é esta oscilação...Interessa-me quem sou quando está tudo terrivelmente dificil, interessa-me quem sou quando estou louca de felicidade, são nestes momentos dramáticos que coloco a prova a minha quilha, como as grandes embarcações...Como o "joão-bobo" que vai e volta...Alguém já falou... "Ser como o bambu que verga, mas não quebra..." Obrigada por este post, por essa reflexão! Bjs mil e flores, muitas flores. A.

    ResponderExcluir
  26. Sou libriana também...como disse a Acacia antes de mim.... mas afff né é tão dificil... é uma busca constante... mas a vida é uma luta diária né! Então, bora continuar buscando...

    bjsss Verita!

    Cat

    ResponderExcluir
  27. Eu tenho uma certa dificuldade nesse assunto. Amo o amor. Visto o amor. Vivo por amor. O equilíbrio é preciso, e talvez, as dores que passei e tenho passado, me façam aprender, amadurecer esse lado e conquistar tal equilíbrio. Queira Deus que assim seja.
    Ameeei a postagem!

    Um beijo,
    Débora.

    ResponderExcluir
  28. Vera
    Acho que cheguei tarde demais por aqui, nesse cantinho fofo! Todos, praticamente, todos, já chegaram quase que a à mesma conclusão que a solução que mais se aproxima da realidade é o tal do equilíbrio. Faço minhas as palavras da Ma e da Cris (Cafofo on line).
    Excelente o seu texto, super enriquecedor e esclarecedor! Amei. Bjkas com muito carinho!

    ResponderExcluir
  29. Olá, Vera!
    Acredito que o ideal seja a busca de um equilíbrio. Nem amor demais, nem amor de menos. Razão demais e pouca razão também não é uma boa!

    Com um pequeno esforço nós podemos ouvir o coração e a mente batendo um papo amistoso!

    Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  30. Há quem diga que razão e coração não andam juntos. Tolice! Até nas loucuras do coração podemos estar com os pés no chão, para não ultrapassar os limites da sanidade (rss).

    BGjs.

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELA VISITA E COMENTÁRIO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...